Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 18 de novembro de 2009

Hoje é dia de jogar bola, Palestrinos.

E digo isso baseado no que escutei Muricy falar ontem e no que, pensando bem, anda faltando ao Palmeiras. “Jogar bola” é diferente de disputar o jogo, de saber as regras, de colocar em prática o esporte chamado futebol; “jogar bola” é ter alegria, querer ganhar, não se sentir pressionado ou intimidado.

É isso que anda faltando ao Palmeiras: querer jogar.

O VERDÃO NO SUL
Pelo que disse Muriçoca, o time deve entrar em campo num 4-4-2 clássico, com Pierre e Edmílson na proteção e Sacconi e Diego na meia. Mas pelo que conhecemos de Muriçoca, fica difícil acreditar que ele entre sem 3 zagueiros ou 3 volantes.

Espero que o time seja realmente mais ofensivo. Quem precisa impor o jogo somos nós; a bambizada do sul só quer cumprir tabela.

OS BÂMBIS DO SUL
Sem Victor, Fábio Santos, Túlio e Tcheco, o tricolorzinho gaúcho deve abandonar os 3 zagueiros e adotar os 3 volantes. Soltos, só o habilidoso (e chato) Souza, o rápido Douglas Costa e o peigoso Máxi Barbie.

E a preocupação tem que ser com essas três mesmo.

DÁ PRA GANHAR?
Apesar de estarmos no Sul, eu diria que vamos ganhar sem dar (prática comum no timeco do Richarlyson). E a receita me parece simples: tocar a bola e usar a rapidez de nosso time.

Esqueçam o chuveirinho! A zaga deles é bem alta e insistir nos cruzamentos só vai complicar as coisas. Se o Verdão quer mesmo ganhar, vai ter que rodar a bola com paciência, procurando Diego, Obina e Love.

Aliás, seria bom nostro treinador perceber que este jogo tem a cara de Ortigoza. O Coalhada deve ser opção mais do que necessária durante o jogo. E outra coisa: vamos pra cima do Fábio Rochemback – ele bate até na mãe dele!

Ô, vâmo ganhá Porcô!!!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »