Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 30 de novembro de 2009

Me faltam palavras para descrever o que foi este gol, Palestrinos.

Já vi chapéu duplo do Alex contra os bâmbis, já vi também conta a bicharada César Sampaio driblar meio time e guardar no Zetti, já vi gol de falta do meio da rua do Roberto Carlos, mas o que presenciei ontem no Palestra foi extraordinário.

Nunca mais acontecerá. E eu e mais 26 mil palmeirenses vimos ao vivo.

Segundo meu irmão “Só um cara completamente louco que nem o Diego Souza poderia fazer um gol desse. Talvez o Edmundo também tentasse, mas, fora eles dois, qualquer cara dominaria a bola”. Eu assino embaixo.

E deixo também uma nova dica de xaveco para vocês usarem na balada: “Pô, você é mais linda que o gol do Diego Souza!”

Obrigado, Dieguito. Sou eternamente grato.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »

Vontade, Palestrinos, V-O-N-T-A-D-E.

Simples assim: sete letrinhas que fazem toda a diferença. Ontem, atuando com gana e querendo sair de campo com a vitória, o Palmeiras venceu e convenceu metendo 3 a 1 nas galinhas mineiras. Isso sem falar no gol maravilhoso de Diego Souza. Agora estamos a um empate da Libertadores e a um milagre do título.

O JOGO
Com muita velocidade e (finalmente) tocando a bola, o Verdão não precisou nem de 60 segundos para abrir o placar. Cruzamento perfeito de Deyvid Sacconi, carrinho preciso de Cleiton Xavier (aliás, incrível a diferença que CX10 faz) e 1 a 0 no placar. O empate, no entanto, veio logo em seguida: Love perdeu uma bola estúpida no meio e Tardelli ficou sozinho para marcar.

Aí, meus amigos, aí aconteceu o gol do ano. Ou da década, como preferirem. Diego Souza pegou de primeira um chutão do goleiro e, DO MEIO CAMPO, fez um golazzo inacreditável. Um verdadeiro presente para a massa que, mesmo desacreditada, lotou o Palestra na tarde de ontem.

E com 2 a 1 no placar, o Palmeiras se defendeu e tocou a bola da melhor maneira possível. Foi assim, aliás, que nasceu o 3º gol: troca rápida de passes, linda assistência de Sacconi, e gol de Vágner “Baladeiro” Love.

Intervalo de jogo, final de jogo. Afinal, o segundo tempo foi apenas simbólico: Marcos fez grandes defesas, Love e Ortigoza poderiam ter feito o quarto, mas a orelha no rádio era mais importante. Goiás 4×2 Bâmbis… chupa!!!

O MELHOR
Duas assistências incríveis e muita correria: Deyvid Sacconi foi o cara.

O PIOR
Difícil achar um pior ontem, mas Sandro Silva ficou abaixo do time.

PARABÉNS PRA MASSA!
Simplesmente um show da nostra torcida ontem no estádio. Todos pareciam ter o discurso ensaiado: torcer cobrando. E foi assim que só gritamos o nome de Marcos e Muricy, e foi assim que entoamos o hino por diversas vezes durante a partida.

FALHA FEIA
Em uma rodada como essa, é simplesmente inadmissível que o placar eletrônico do Palestra tenha ficado fora de operação. Aliás, que tal se fizessem um novo? Olha mais uma reforma aí, Belluzzinho…

E AGORA?
Agora tem mais uma final domingo, no Rio. O Botafogo desesperado para sair do calabouço e nós a um empate da Libertadores. Vai ser bem difícil, mas se o time atuar assim novamente e aproveitar o afobamento dos cariocas, dá pra sair de campo com a vitória (e, quem sabe, com o título).

"Aqui é Palestra, meu filho!"

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »