Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 7 de dezembro de 2009

Impossível descrever 2009 de outra forma, Palestrinos.

Este foi um ano totalmente perdido. E não digo isso somente por ter sido um ano sem títulos: anos sem título são naturais para qualquer time; o problema é passar em branco no ano em que tinha tudo para dar certo.

Um bom elenco, treinadores de nome (o que nem sempre significa algo, como bem se viu), patrocinadores, parceria, nova diretoria… tudo conspirava a favor de um ano positivo. E então veio a eliminação no Paulista para o timeco do Santos, a na Libertadores para o timeco do Nacional e a perda do Brasileirão para timecos do calibre de Avaí, Sport, Santo André, Náutico e outros.

Não se pode reclamar da perda de jogadores para a Europa. Não se pode reclamar de um presidente pouco atuante. Não se pode reclamar de baixo investimento. Não há desculpas.

Do ano, ficam apenas momentos esporádicos de alegria: o gol de Cleiton Xavier sobre o Colo Colo, as defesas de Marcos nas penalidades no Recife, a freguesia eterna sobre a gambazada, o golazzo de Diego Souza diante das galinhas mineiras.

Já os de decepção, estes foram muito maiores. E o ano foi tão verde quanto um limão murcho e azedo. Só não fica mais decepcionante, para mim, do que 2002.

E ainda assim… sempre… Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Não sei porque ainda me surpreendo, Palestrinos.

Desde que os pontos corridos começaram é a mesma coisa: a gente disputa, tem esperanças de ganhar e acaba em 4º ou 5º. Ano passado, aliás, foi a mesmíssima coisa. Perdemos para o Botafogo e só jogamos a Libertadores porque o Flamengo foi incompetente e nos entregou a vaga. O Cruzeiro não vacilou este ano e… bem-vinda, Copa do Brasil.

O JOGO
No mesmo 4-5-1 da vitória sobre o Atlético, os 15 primeiros minutos foram só nostros. Toque de bola rápido, jogadas bem trabalhadas, chances de gol. Só que, devagar, o time aceitou a pressão do Botafogo. Recuou. E piorou ainda mais no 2º tempo, quando Muricy tirou Sacconi e colocou Sandro Silva.

Aí foram 45 minutos de futebol nulo. Pra variar, tomamos um gol após cobrança de escanteio. E outro após falha bizonha de Maurício Ramos. Quando Muricy mexeu de novo, errou de novo: com Ortigoza no banco, ele colocou Robert.

E nem adiante dizer que o camisa 20 descontou para nós. Sem fibra, o que vimos foi uma vergonha. Mais uma.

O MELHOR
Cleiton Xavier foi um sopro de lucidez em meio a um time confuso.

O PIOR
Foram muitos, mas, pela importância que tem, Diego Souza não pode ser tão nulo em campo (muito menos matar todos os contra ataques prendendo a bola).

MURICY
Errou e errou muito. Recuou o time quando não precisava, trocou os jogadores errados e não percebeu que Armero deveria ter começado mesmo na reserva de Wendel. No entanto, ele ficará no Palmeiras.

Vai começar 2010 planejando o time e com a obrigação de ganhar a Copa do Brasil. Isso sem falar no Brasileiro. Eu acho que ele é competente o bastante para saber quem fica e quem sai. E espero que consiga ser competitivo no ano que vem.

E AGORA?
Agora é fazer a limpeza necessária e programar 2010. Marcão, Edmílson, Jefferson, Marquinhos… tem muita gente pra mandar embora e não querer ver nunca mais no elenco. Espero que a diretoria lembre-se disso e faça o que for correto.

E mesmo assim, mesmo com mais um vexame… Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »