Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \29\-03:00 2010

Essa é a palavra, Palestrinos, medo.

Dentro ou fora de campo, o que temos visto no Palestra Itália é um time, uma torcida e profissionais aterrorizados. E, embora a fase seja mesmo devastadora, nada justifica esse bando de ações e reações que só estão piorando tudo pro nosso lado.

SÁBADO
Diante do Mirassol, Antônio Carlos foi medroso. Como pode se estar satisfeito por bater um dos piores times do campeonato em casa pela vantagem mínima? Quando Cleiton Xavier se machucou, ele colocou um volante; depois, mais para o final do jogo, tirou um atacante e colocou um Maurício Ramos. O gol de empate foi um castigo mais do que merecido… acorda, Zago, o Palmeiras não é o São Caetano!

AMEAÇA RIDÍCULA
E voltamos nós a discutir atos de idiotas que se julgam torcedores. Agora foi a vez de um um verdadeiro idiota – disfarçado de “anônimo” – enviar balas de revólver para Luis Gonzaga Belluzzo. É claro que nenhum de nós está satisfeito com o trabalho de nostro presidente, mas daí a fazer uma ameaça ridícula dessas… por San Genaro!

Tem muito imbecil se fingindo de palmeirense.

ELENCO
Seraphim Del Grande disse que os jogadores fogem do Palmeiras por ter medo. Vamos por partes, então: 1) por um lado, é verdade que um cara com família que assiste a uma agressão covarde a Vágner Love e a uma ameaça como essa feita à Belluzzo fica receoso de vhegar em meio à crise, mas 2) jogar em time grande implica se dedicar e brigar sempre dentro de campo (e quem faz isso nunca foi importunado nem por gritos da arquibancada).

Uma torcida idiota prejudica o time; mas jogadores medrosos também.

COPA DO BRASIL
OK, o momento não é dos melhores. Mas temer o Paysandu em casa já é demais pra mim! Somos o Palmeiras, cazzo! Vamos jogar em nsotra casa e temos que mirar a vitória, ponto final. O Paulistão já foi pro saco, vamos nos centrar no que temos de bom ainda neste semestre.

E antes que eu me esqueça: vá ao estádio e pague para ver o jogo quem quiser incentivar. Se quiser protestar, fique em casa ou simplesmente proteste na Turiassú. Gastar R$30 pra xingar é muita burrice.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Lincoln tem toda a razão, Palestrinos.

Na última quarta-feira, ao deixar o gramado após o ridículo empate diante do Rio Branco, o camisa 99 foi categórico: “Não merecemos nos classificar para as semi-finais”. A declaração parece forte, mas é completamente verdadeira. Afinal, o Palmeiras teve o dom de perder pontos para todos os times fracos do campeonato!

Observe a tabela:

  • Dos 12 pontos disputados com os 4 primeiros, ganhamos 7 (58%).
  • Dos 9 pontos disputados com os 4 últimos – ainda falta o Paulista, ganhamos 6 (66%).
  • Com os outros 12 times do campeonato – meio de tabela -, disputamos 27 pontos e ganhamos 9 (33%).

Percebe que vencemos São Paulo e Santos, mas perdemos para São Caetano, Ponte Preta e Rio Claro? Que empatamos em casa com Ituano e Portuguesa? Que convencemos em apenas dois jogos – diante do Mogi e dos Lambaris – em meio a 16 disputados?

Os números são frios, mas dificilmente mentem. Definitivamente o Palmeiras não merece se classificar.

LENNY
Sim, é verdade: Lenny rompeu os ligamentos cruzados (LCA) do joelho direito e nós perdemos um jogador para o ataque – que já é combalido. Precisamos de reforços agora, minha gente, ou vai complicar ainda mais…

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Mais uma vez, Palestrinos.

Mais uma vez perdemos pontos prum timeco.

Mais uma vez não soubemos administrar uma vitória fácil.

Mais uma vez tomamos dois gols pelo lado esquerdo.

Mais uma vez perdemos gols ridículos.

Mais uma vez Antônio Carlos mexeu errado.

Mais uma vez somos motivos de piada.

Mais uma vez, mais uma vez, mais uma vez… e cansa.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Estádio Décio Vitta

Hoje, 19:30h, tem Rio Branco x Palmeiras, Palestrinos.

Este que vos fala morou em Americana por 3 anos, conhece o Estádio Decio Vitta como poucos, assistiu a diversos jogos por lá e sabe que o time da cidade está em um dos piores momentos de sua história. O Rio Branco de hoje é um misto de Copa SP de Juniores e alguns medalhões rodados e acabados. Além do mais, sem mando de campo, vai ter que jogar em Araraquara.

Logo, peço ao Palmeiras somente uma coisa: uma boa vitória.

Acho que a classificação para as semi-finais está (quase) impossível, mas é obrigação deste time ganhar. Nos dar algum orgulho e mostrar que tem brio, que tem honra. Não dá pra esperar mais uma epópeia dramática como a que vivemos diante do Sertãozinho frente ao timeco de Americana.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Simples assim, Palestrinos: pelo amor de San Genaro, deixem nostro Santo goleiro em paz.

Não sou do time de torcedores xiitas que acha que a imprensa tem culpa de tudo e por tudo, que tem esqueminha e etc., mas tem horas que as coisas chegam a um limite desagradável.

Ontem, durante o coletivo da segunda-feira, Marcos saiu do treino irritado com a defesa e com dores na virilha – o que seria normal com Bruno, Deola, Felipe, Bruno Bate-em-Mulher, Rogério Estrelinha Ceni e todos os outros arqueiros do mundo (exceto por Fábio Costa, que tem passado quase policial).

Só que foi com Marcos. E aí todo mundo quer descer a lenha, falar mal, plantar crise. Coisa que, convenhamos, não é necessário em um momento de tantos altos e baixos.

Por isso, imprensa, deixem São Marcos em paz!

PS: Dois jogos por uma entrada covarde por trás e um belo de um xingamento (filmado)? Parece que, ao contrário do caso Marcos, ninguém achou estranho a mini-suspensão de Neymar. Se fosse falta do Pierre nele, no mínimo 5 jogos iriam rolar.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

No último domingo, antes do Paredão do BBB, Pedro Bial resolveu brincar com as torcidas…

BIAL: Boa noite, galera! Antes de dar uma espiadinha, queria ouvir a torcida do Dicésar…

TORCIDA: Dicésar! Dicésar!

BIAL: E é claro que também quero ouvir a torcida do Serginho!

TORCIDA: Serginho! Serginho!

BIAL: E agora, pra ficar tudo lindo, quero ouvir as duas juntas!

TORCIDA: São Paaaaaaaaaaaaaaaaulo!!! São Paaaaaaaaaaulo!!!

_____________________________________________________________________

É melhor rir, Palestrinos =]

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Definitivamente viramos visitantes, Palestrinos.

Ganhamos na Vila, em Belém, em Pindamonhangaba, na China, mas no Palestra Itália que é bom… nada. Só neste Paulista já foram tropeços com Ituano, Portuguesa, São Caetano, Santo André e Ponte Preta. Todos em casa; repito: na nostra casa! É inadmissível que a equipe jogue tão mal no seu próprio estádio.

E não adianta vir com o papinho de que o time se sente pressionado e blá blá blá porque neste sábado foram quase 20 mil torcedores apoiando sem parar. Até tomar o segundo gol, a torcida estava cantando e acreditando – no mínimo – em um empate. Mas a equipe conseguiu piorar… tomou o segundo e só não saiu de campo com mais 3 na cabeça porque São Marcos pegou um pênalti.

Agora só falta colocar um tapetezinho na entrada do vestiário dos visitantes com a inscrição “Lar, doce lar”.

O MELHOR
Em bem da verdade, eu diria o menos pior: Edinho, pela raça.

O PIOR
Prêmio disputado esse… mas eu darei a ele, o homem dos altos e baixos, Diego Souza.

APATIA
Elegi Diego Souza, mas, convenhamos, a apatia dos principais jogadores do time foi clara. Diego Souza se comportou como centro avante e não foi buscar uma bola sequer no meio-campo (afinal ele é meia, certo?); Cleiton Xavier se escondeu de maneira surpreendente; Pierre – e, Dio mio, o que acontece com ele?! – errou todos os passes que deu o jogo inteiro; e por aí vai. Além, é claro, de Antônio Carlos ter demorado uma eternidade pra mexer no time.

Como pode um time ganhar de Santos e São Paulo, e depois perder pra um bando de cabeça de bagre? O time da Ponte, exceto pelo tal de Tinga e o goleiro, é horroroso. Não dá pra aceitar isso.

E ainda assim… Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Dava pra ter matado a volta, Palestrinos.

Tivemos uma noite inspirada dos quase estreantes Lincoln e Ewerthon, uma noite quase perfeita de Deola, uma raça absurda do quase capitão Diego Souza, mas foi só isso mesmo: ficamos no quase. Dava pra ter eliminado o jogo de volta, mas não dá pra condenar a partida de ontem.

O JOGO
Finalmente o Verdão começou jogando como gente grande. E com passes rápidos e muita movimentação, não tardou para sair o primeiro gol: lindo passe de Ewerthon, bela conclusão de Lincoln. Daí apareceu um problema recorrente da equipe, que é achar que 1 a 0 é goleada. E com o recuo, veio o empate do Paysandu.

(Reparem, PER FAVORE, em todos os últimos gols sofridos pelo Palmeiras: tirando o 3º dos lambaris no domingo, TODOS os outros foram sofridos em saíde de bola errada. Ontem foi Márcio Araújo, mas Pierre e Danilo andam se especializando nisso também. Obrigado.)

Mal começou o segundo tempo, no entanto, e tivemos mais uma chuvarada de chances de ampliar, até que Ewerthon aproveitou (mais uma) cabeçada torta de lenny e guardou o segundo tento. Daí pra frente, amigos, o jogo foi de Deola. Nostro terceiro goleiro pegou tudo!

E se Robert não perde o gol do ano, teríamos matado o jogo de volta. Mas eu não vou reclamar de Robert por um bom tempo. Valeu pela vitória.

O MELHOR
Ewerthon deu passe pra um, fez outro e ainda dançou o Armeration. Mas é bom destacar Lincoln e a raça da dupla Diego & Armero.

O PIOR
Eduardo mais uma vez leva o prêmio. Contudo, Lenny chegou perto de merecê-lo também.

RODÍZIO
Ontem foi a vez de Pierre, Cleiton Xavier e Robert serem poupados. Sábado é capaz que Diego, Edinho e Ewerthon também tenham folga. Acho inteligente o Kojac fazer isso, até porque ele está mantendo sempre um jogador forte em cada posição – precavendo-se de possíveis lesões. Pra mim, faz sentido.

É TREINAR!
Agora, vem cá Kojac, só entre nós: vamos treinar a saída de bola? Pierre, Danilo e Armero estão se tornando craques no quesito “dar a bola no pé do adversário em frente a grande área”. Isso é treino, meu Toninho… coloca a moçada pra treinar passe.

E AGORA?
Agora é esperar chegar o sabadão, 17h, contra a Ponte Preta no Palestra.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

O jogo de domingo já passou, Palestrinos.

Hoje tem Copa do Brasil (21:50h, SporTV/ESPN Brasil/Bandeirantes)  e precisamos estar focados no objetivo do ano. É claro que o Paysandu não é mais aquele de 5 anos atrás, que o Santos era bem mais forte, mas todo cuidado é pouco. O Sertãozinho também é bem pior que os bâmbis e nós sofremos muito mais em barueri do que no Palestra.

Antônio Carlos deve repetir a equipe que começou domingo (exceto por Marcos, poupado) e manter Ewerthon, Eduardo e Armero de início. No banco, de novo contaremos com Lincoln, Ivo, Lenny e outros como Gualberto e Marcio Araújo – este último, aliás, eu escalaria de titular, no lugar de Edinho.

Jogar lá em Belém nunca é fácil, mas, convenhamos, um time de 3ª divisão cujo a maior estrela é Didi (ex-gambás) não pode representar muitas dificuldades pra quem quer ser campeão. Se entrar esperto e apertar o passo, dá pra eliminar tranquilamente o jogo da volta.

Por isso o esquema de hoje é esquecer as dancinhas e colocar as pernas pra pensar. Cabeça fria, pé quente.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Essa dança já conquistou o Brasil, Palestrinos.

Eis então o vídeo do mais novo sucesso do país e, quiçá, do mundo:

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Older Posts »