Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 5 de março de 2010

Não vou nem comentar, Palestrinos.

Lamentável.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Simples assim, Palestrinos.

Nenhum palmeirense na face da terra pode falar mal de São Marcos. Pode, é claro, criticar uma ou outra falha – como a do segundo gol diante do Santo André. Mas questioná-lo pela idade ou por erros é simplesmente inadmissível.

Ele é Palestrino de coração, tem garra, vibra, treina, motiva, dá a cara a tapa… Marcos é uma bandeira do Palestra.

Só briguei uma vez no estádio e foi justamente porque um engraçadinho quis reclamar da falha dele após aqueles 7 a 2 na Copa do Brasil, diante do Vitória. E na última quarta, assim que um “palmeirense” mais exaltado começou a exagerar nos palavrões, todos que estavam em volta fizeram questão de deixá-lo quietinho.

Hoje Marcos deu uma entrevista e, sem nem comentar, só vou colocar algumas passagens. Eu sou discípulo de São Marcos.

“Vou alcançar o seu Valdir (Joaquim de Moraes, goleiro nos anos 60) na quantidade de jogos, mas na sabedoria e na postura nunca vou chegar no joelho dele.”

“Mas, quem sabe, posso chegar no fim do ano e não parar, ficar na reserva, jogar algumas partidas e apoiar o Bruno e o Deola. Posso não ser o titular, mas entrar em quando for necessário. Se eu for pra reserva, não acho justo ganhar o mesmo que eu ganho hoje.”

“Não há condição para estar assim. Não dá para perder de 4 a 1 (como na derrota para o São Caetano) e sair feliz.”

“Tenho dores no ombro e no joelho, mas não vou falar de que lado porque senão os caras vão bater o pênalti e as bolas em cima (risos).”

“Prefiro ser cobrado por não estar rendendo do que ser acomodado. Reserva não pode se acomodar.”

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »