Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 1 de abril de 2010

Não foi uma vitória com “V” maiúsculo, Palestrinos.

Mas, considerando o atual momento, o 1 a 0 de ontem sobre o Paysandu no Palestra Itália é mais do que bem recebido. E o mais importante foi ver e ouvir os pouco mais de 7 mil presentes embalando a equipe durante toda a partida. Como eu disse em outro post, se é pra ir ao jogo, que vá para apoiar.

O JOGO
Mesmo atabalhoado e errando os tradicionais passes no meio, o Palmeiras foi melhor desde o início. Tentou, correu, brigou e foi criando algumas boas chances. Bruno Paulo, o estreante da noite, pegava a bola e ia pra cima com certa freqüência, fazendo a torcida ter uma vaga esperança de ainda ter um jogador driblador na equipe.

Só na primeira etapa, foram chances com Armero, Ivo e o próprio Bruno Paulo – todas sem sucesso. Pra melhorar, o péssimo árbitro de ontem deixou de marcar uma cortada de vôlei do zagueiro do Paysandu dentro da área e nos impediu de abrir o marcador de pênalti.

Mas aos 15′ da segunda etapa, após perder chances e mais chances lá na frente, Robert recebeu um cruzamento perfeito de Pablito Armero e meteu a cabeça na bola. O mais curioso foi que o lance começou em um chute de Diego Souza que tinha o endereço do gol e bateu nas costas de B. Paulo, sobrando pra Armerito cruzar.

Enfim, resultado feito, 1 a 0 no placar e torcida em paz.

O MELHOR
Robert fez um gol e perdeu outros, merece o destaque pela garra.

O PIOR
Ninguém foi tão mal assim e eu acho maldade crucificar Marcio Araújo, que é volante e não lateral-direito. Hoje ficamos sem pior em campo. 

REFORÇO
Parece que Ernesto Farías pode finalmente chegar ao Verdão. O Porto já aceita negociá-lo, o Palmeiras precisa de atacante e, salvo engano, acho que será um bom negócio. Me lembro dele na época de River e ele era bastante brigador.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »