Feeds:
Posts
Comentários

Archive for março \16\UTC 2011

Hoje é dia de jogo, Palestrinos!

Dia de ir até o interior de Minas Gerais enfrentar o Uberaba e tentar eliminar o quanto antes a partida de volta, válida  pela segunda fase da Copa do Brasil. Antes, no entanto, é preciso abordar alguns outros assuntos que insistem em ser abordados de maneira amadora.

O PALESTRA É NOSTRO!
Ontem, mais uma vez, a nostra oposição usou a imprensa para fazer alardes sobre a construção da Arena e a Folha de SP publicou um artigo completamente sensacionalista. Só resumindo o conteúdo para quem não leu: o Palmeiras estaria sendo enganado pela WTorre e não ganharia nada com o negócio, a não ser uma empresa sangue suga.

Pois bem, não vou me alongar muito sobre o assunto (o 3VV fez isso de maneira perfeita, leia), mas fica claro que o teor da dita reportagem é ridículo. Se a construtora vai colocar R$360 milhões na construção, é óbvio que ela tem garantias de retorno. Ou alguém esperava que construíssem o estádio e o entregassem de graça, por benevolência?

Por 30 anos a WTorre será, sim, parceira do Palmeiras. Participará dos lucros, poderá organizar shows e eventos, além de capitalizar com amistosos do Verdão. É extremamente provável que o investimento se justifique ao final deste tempo, mas que fique claro: o Palestra é e sempre será do nostro.

DIREITOS DE TRANSMISSÃO
E continua a bagunça sobre os direitos de TV do Brasileirão. A RedeTV venceu a licitação que não teve as participações de Globo e Record, mas não garantiu que leverá nada. Primeiro a justiça irá decidir quem tem o poder do negócio (Clube dos 13 ou os clubes diretamente) para depois sabermos quem realmente transmitirá o Brasileiro de 2012.

Até lá, tudo é especulação. No entanto, a certeza de que o Palmeiras ganhará mais do que ganhava tem fundamento em qualquer um dos modelos de negociação, seja em grupo ou individualmente, já que temos uma das maiores torcidas do país.

O problema é que se todos os clubes concordam entre si, não haverá negócio com ninguém.

COPA DO BRASIL
Pelo que assisti na matéria bem humorada de André Plihal na ESPN Brasil, o Uberaba é mais um daqueles típicos times da Copa do Brasil: tem pouco dinheiro, muitos problemas, mas sobra vontade de aparecer contra um time de maior expressão.

E como não poderia deixar de ser, a receita para o sucesso também é aquela típica do torneio: jogar com seriedade e fazer o resultado lá mesmo. Sendo por dois gols de diferença, tanto faz ganhar de 2 a 0 ou de 20 a 1. Pra cima da mineirada!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »

Vitória lusitana, Palestrinos.

Atuando no Canindé e sem muito brilho, o Verdão passou tranquilo pelo São Bernardo e continua embolado com os outros três rivais na primeira colocação do Paulista. Ainda sem Kléber, o Palmeiras atuou bem, Vinícius e Patrik jogaram muito, os volantes também foram seguros e os três pontos acabaram mais do que justos.

O JOGO
Apesar de tomar uma bola na trave com pouquíssimos minutos de partida, o time escalado em um 4-4-2 clássico por Felipão fez um primeiro tempo excelente. Levou perigo por diversas vezes ao gol dos visitantes, viu o goleiro adversário trabalhar muito e fez 2 a 0 antes mesmo dos 32 minutos de jogo.

Aos 23, depois de ver uma falta sua ser espalmada com perigo, Marcos Assunção colocou a bola na cabeça de Danilo que após longo tempo voltou às redes e abriu o marcador. Oito minutos depois, a dupla-sensação da partida brilhou: Vinícius deixou dois zagueiros pra trás, rolou para Patrik e o nostro camisa 40 colocou no cantinho.

Veio o segundo tempo, com ele veio a já famosa e excessiva cautela do nostro treinador, e o Verdão levou menos perigo ao time correspendente ao B do ABC. Deola trabalhou bem em dois chutes da entrada da área, Kid Bengala quase voltou a marcar de falta e o jogo se desenrolou devagar até o 90º minuto.

Vitória, 28 pontos na tabela e moral de volta.

TROFÉU SÃO MARCOS
Tá certo que era o São Bernardo, mas o garoto Vinícius entrou com tanta personalidade que merece o destaque.

TROFÉU RIVALDO
Entra jogo, sai jogo e Tinga continua mostrando que 2011 é o ano da zica pra ele. Entrou no intervalo e errou absolutamente todos os passes.

PALESTRA-CANINDÉ?
Discordo de Danilo quando ele diz que é melhor jogar no Canindé porque o Pacaembu é o estádio da gambazada. Isso é história pra boi dormir. Quando o time entra bem em campo, pouco importa o endereço. Além do mais, para nós torcedores o acesso ao estádio municipal é muito mais simples e a facilidade de comprar ingressos pela internet também faz a diferença.

E AGORA?
Agora temos Copa do Brasil, nesta quarta-feira, diante do Uberaba. Mais uma vez não sabemos nada sobre o adversário, mas, com a possível volta do Gladiador, não chega a ser exagerado pensar em uma vitória por dois gols para impedir o jogo de volta.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Vc errou, @kleberglad30!

Dessa nós não precisávamos, Palestrinos…

Superadas as maledetas dores de Valdívia e a sórdida seqüência de empates no Paulista, tudo o que o Verdão não precisava eram dessas declarações desnecessárias de Kléber via Twitter. Primeiro porque são alvo fácil para a imprensa polemizar e, segundo, porque criam um óbvio mal estar dentro do elenco.

Só pra começar a discussão, gostaria de deixar bem claro que não sou um torcedor puritano. Para mim, todo trabalhador deve ter o direito de fazer o que quiser em sua folga, seja visitar um hospital com crianças doentes ou ir pro Anhembi curtir o Carnaval. O problema aqui é que estamos falando de um atleta lesionado.

E se um atleta já tem que se controlar muito mais que qualquer um de nós, pois depende diretamente do seu corpo para render bem e justificar seu cargo, muito mais ainda deve se preocupar um atleta lesionado! Sapucaí e reabilitação definitivamente não combinam.

Quanto ao fato de Felipão ter criticado o Gladiador via imprensa, dessa vez não achei errado. Normalmente sou contra externar problemas internos do grupo, mas este foi muito mais um puxão de orelha do que uma birra pessoal. Felipão gosta de Kléber, sempre deixou isso bem claro e sua declaração foi uma cobrança justa.

Portanto, caro Kléber, dessa vez você errou. Mesmo sendo um dos jogadores mais importantes do elenco, a nostra esperança eterna de gols e a nostra fonte inesgotável de raça, você errou. Simples assim.

Tuite uma desculpa para o @Felipão e vamos em frente.

____________________________________________________________________

Atualizado: Felipão colocou panos quentes de manhã e Kleber acabou com a polêmica de vez neste final de tarde. O vídeo é claro, o nostro camisa 30 não faria isso contra sua vontade e a imprensa já vai ter que arrumar outra coisa pra se coçar.

____________________________________________________________________

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Dá pra melhorar

 

Sempre dá pra melhorar, Palestrinos.

Apesar de ser uma máxima-clichê para o futebol – e, por que não?, para a vida – a frase acima cabe muito bem ao nostro atual Palmeiras. Time de altos e baixos, de medíocre pra bom, que é capaz de nos surpreender positivamente em alguns momentos e de nos armargurar em tantos outros.

Eu mesmo já escrevi aqui por diversas vezes que 2011 tem sido mais positivo do que negativo dentro de campo. Afinal, mesmo com a fragilidade dos times do interior, eu jamais imaginaria estar no topo da tabela, ao lado de rivais com melhor elenco e condições (sem complexo de vira-latas, apenas sejamos honestos). A folha de pagamento foi reduzida, apostas foram feitas e o time foi ganhando uma cara.

No entanto, após algumas partidas e alguns surtos, já deu pra perceber algumas coisas:

  • Kleberdependência: por mais que o time tente se virar sem o Gladiador, o fato é que o ataque perde 200% sem o camisa 30 em campo. Felipão tentou Miguel e Vinícius, mas ainda não encontrou o substituto ideal.
  • Mago melhorando, Assunção caindo: se por um lado Valdívia vem mostrando progresso a cada jogo (só precisa soltar mais rápido a bola quando está longe do gol), nostro Kid Bengala deu uma caída este ano. Ainda deve ser titular (e ter seu contrato renovado), mas está claro que 2010 não será repetido.
  • Tinga e Luan, os sem-função: um pela direita, outro pela esquerda, Tinga e Luan estão completamente perdidos em campo. Com a volta de Gabriel Silva à lateral, Luan pode voltar ao banco tranquilamente; enquanto que Tinga pode dar lugar tanto a Patrik quanto a mais um atacante.
  • Zagueiro-zagueiro: acredito que Felipão já percebeu isso, mas vale a pena ressaltar que Danilo e Maurício Ramos precisam jogar como zagueiros e não como meias. Thiago Heleno, que é mais fraco que os dois, joga sério e não tem comprometido com seus bicões pra frente.
  • Base que ajuda: Patrik, Gabriel Silva, Vinicius, Miguel… nostra categoria de base não é a solução, mas tem ajudado demais. Por isso – e até por questões financeiras – a entrada destes atletas tem sido providencial e será ainda mais até o final do ano.
  • Primeiro volante: podem me chamar de conservador, mas gosto de ter um volante marcador em campo. Pode ser João Vitor ou Chico, mas é preciso alguém que auxilie a zaga de verdade. Assunção e Márcio Araújo são segundos volantes e saem muito pro jogo, deixando os zagueiros desprotegidos.

Em suma, falando do que acontece dentro das quatro linhas, acho que é isso. Se você tem alguma outra sugestão ou crítica, vá em frente, comente e vamos fazendo um Verdão melhor.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Vitória dos erros

Alívio, Palestrinhos, alívio!

Pela quarta partida consecutiva ficamos com um a mais em campo e sofremos absurdos para conseguir atacar, mas, dessa vez, ao menos saimos de campo com a vitória. Méritos de quinze minutos inspirados de Valdívia e de um Noroeste que recuou demais, ainda que o Palmeiras errasse todos os passes possíveis e imagináveis. Valeu pelos 3 pontos, mas ainda cabem ajustes.

O JOGO
Ainda sem Kléber, o Verdão entrou em campo apenas com Adriano MJ na frente, esperando que Luan, Tinga e Valdívia chegassem de trás. O problema é que o Mago estava bem marcado e que as outras três esperanças estavam em uma noite pífia. Assim, apesar do domínio inicial, o Palmeiras foi aceitando as investidas do Norusca e acabou sofrendo o gol.

Aos 17 minutos, bate e rebate na área, nostra defesa bateu cabeça e o time da casa abriu o marcador. Seria bom para o time acordar, mas foi justamente ao contrário: atrás do marcador, fomos um time nervoso em campo, errando todos os passes e terminando o primeiro tempo com poucas perspectivas de melhora.

No intervalo Felipão acordou e tirou os dois piores do time até então – Tinga e Luan -, colocando em campo mais dois atacantes, Vinícius e Max Pardalzinho. E se a equipe ganhou em velocidade, continuou completamente perdida com a bola nos pés. Mesmo após a expulsão merecida de Mateus, eram tantos os passes errados que estava difícil acreditar sequer no empate.

Então, já perto do fim, o Mago resolver aparecer. Aos 38 da segunda etapa, João Vitor (que havia entrado justamente no lugar de Assunção) sofreu falta na entrada da área; Valdívia bateu muito bem e empatou. Pouquíssimos minutos depois, nostro camisa 10 recebeu a bola pelo meio e colocou Vinícius na cara do gol para virar. Primeiro gol da carreira profissional do atacante e três pontos na tabela.

TROFÉU SÃO MARCOS
Apesar de ter sido bem marcado e de ter demorado a soltar a bola em alguns lances, Valdívia decidiu.

TROFÉU RIVALDO
Apesar de ter estado em um páreo duro com Luan, Tinga leva o troféu pela horrenda regularidade das últimas partidas.

E AGORA?
Agora temos o ex-morto São Bernardo pela frente, no sábado. É jogo que parece fácil, mas pode complicar se continuarmos errando tanto. Por isso será importante a volta do Gladiador e também a presença da torcida no Canindé. Voltamos a ficar junto dos líderes!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Mais um empate, Palestrinos.

E pior do que isso, mais um empate sem gols e mais um goleiro adversário consagrado. Em mais uma partida de ataque contra defesa, tivemos quase vinte oportunidades de marcar, mas, em um misto de nervosismo e falta de pé na forma, passamos em branco. Caímos pra quinta colocação e, embora o importante seja estar entre os oito, é preciso melhorar (muito) nas finalizações.

O JOGO
Se você ler as minhas quatro últimas resenhas sobre partidas do Verdão, provavelmente perceberá que venho me repetindo: o Palmeiras começou bem, colocou pressão, disperdiçou chances e, pouco a pouco, deixou o adversário achar que poderia vencer. Sem Valdívia nem Kléber, mas com Patrik e Miguel, o time correu muito, criou muito e, claro, perdeu muito.

Na primeira etapa foram ao menos três chances claras, duas com Adriano MJ e uma com Patrik. Entendam: não deixamos criar, porém continuamos finalizando mal. E o mais alarmante foi que jogamos com um a mais desde os 25 minutos de jogo! Mesmo com um atleta a mais, tentamos furar um bloqueio de uma equipe inferior sem sucesso.

Na segunda etapa Felipão tentou suas mudanças: tirou ambos os laterais, colocando Marcio Araújo e Luan nas alas, reforçou o meio com João Vitor e lançou Vinícius na frente. No entanto, adivinhem só?, os problemas continuaram o gol não saiu. Aliás, até saiu no último minuto, mas Danilo estava impedido.

Sem dúvidas Neneca fez uma boa partida. Mas quando paramos para perceber que todos os goleiros que o Palmeiras enfrenta se consagram (até o do Comercial/PI!), é porqur algo está muito errado.

TROFÉU SÃO MARCOS
Mais uma vez, Adriano Michael Jackson foi o cara. Se não colocou a bola pra dentro, correu e criou bastante.

TROFÉU RIVALDO
Não acho que ninguém tenha ido tão mal. Mas, de novo, Tinga rodou o campo feito barata tonta.

POLÊMICA PRÉ-JOGO
Alegando que os gastos seriam maiores, nostra diretoria cortou a nutricionista Alessandra Favano da concentração na sexta-feira. E, ao que parece, Felipão ficou bastante irritado com a decisão. Se o fato for verdadeiro, só quer dizer uma coisa: que, infelizmente, nostra diretoria continua arcaíca quando pensa em futebol.

Uma equipe precisa de profissionais de todas as áreas se pretende ter sucesso e, ademais, um quarto de hotel não fará diferença nenhuma pra fechar as contas no final do mês. Existem muitos gastos piores (tipo dirigentes que viajam com tudo pago e sem necessidade nenhuma) para serem cortados.

E AGORA?
Agora é treinar, treinar e… um doce pra quem adivinhar… treinar! Temos o Noroeste em Bauru na quarta e o São Bernando no Canindé sabadão. Que tal seis pontos, Verdão?

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

É hora de olhar pra frente, Palestrinos.

Após o empate suado no clássico e a classificação assegurada na Copa do Brasil, a nostra semana decisiva acabou. Ainda temos o Santo André, amanhã, pelo Paulistão, mas achei melhor falar de outros assuntos off-bola que andaram em alta nos últimos dias.

AS OBRAS DA ARENA
Apesar de o Conselho Fiscal (COF) do Palmeiras ter tentado para as obras do novo Palestra, Tirone afirmou que elas seguem sem problemas (foto acima, retirada deste excelente blog). O grupo presidido pelo sapo turco gordo encontrou alguns pontos no contrato que, segundo eles, deveriam paralisar o andamento da reforma, mas o nostro presidente já cortou as asinhas dele.

Tirone disse que não precisa parar as obras para discutir pontos como a duração do contrato e assentos reservados para a WTorre.

AS COTAS DE TV
Se acertou na decisão sobre a Arena, nostro presidente errou na questão que envolve o Clube dos 13 e as cotas de televisão do Brasileiro. Por uma decisão puramente política (leia-se agradar Mustafá e o COF porque Belluzzo tinha diálogo com Fábio Koff), ele deu a entender que o Palmeiras também irá romper com o C13.

O problema é que até agora ninguém sabe o que vai acontecer. E tenho certeza absoluta de que pensaram mais nos desafetos internos do que nos benefícios do Verdão. Por enquanto, negociar em grupo ainda é melhor e mais forte do que tentart se virar sozinho.

O TIME
Pouco a pouco o nostro elenco vai se acertando. Ainda acho que Felipão precisa colocar um primeiro volante(Chico ou João Vitor) para aliviar a nostra frágil dupla de zaga e que é bom ele pedir a Valdívia que solte a bola mais rápido, mas acho que estamos no caminho certo.

Amanhã, sem Kléber, Patrik deve ganhar a vaga. Mas, se fosse o nostro comandante, aproveitaria esse jogo meia boca para testar Miguel de centro avante, com Luan de um lado e Michael Jackson do outro, sendo Valdívia o único meia e devolvendo Tinga pro banco. Veremos.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »