Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 1 de abril de 2011

Eis a dúvida que vem me atormentando há algum tempo, Palestrinos.

Se a carreira de um jogador vai, em média, até os 35 anos, com quantos anos um dirigente se aposenta? Embora eu não tenha achado números oficiais, tenho certeza de que os do Palmeiras devem ser, de longe, os mais duradouros da história do futebol.

É sério: desde quando eu aprendi a ler e comecei a bisbilhotar o caderno de esporte dos jornais atrás de notícias do nostro Verdão que eu vejo os mesmos nomes. É incrível! Contursi, Fachina, Del Grande, Palaia, Tirone, Pescarmona… se não são os mesmo, são da família.

E sem renovar pessoas, como se renova a mentalidade de um clube? Como conscientizar um senhor que tem interesses e picuinhas internas há anos dentro do clube de que é hora de mudar? Nada contra os mais velhos, muito pelo contrário!, mas a sabedoria precisa agir a favor do clube – e não contra ele.

Todos os dias da minha vida eu leio notícias de que o conselho e o presidente não se acertam, que um tenta derrubar o outro, que ninguém rema junto. E aqui pouco importa os nomes de presidentes ou diretores: os homens de decisão do Palmeiras nunca trabalham juntos, cazzo!

Mustafá Contursi, o Sapo Gordo, talvez seja o maior exemplo de dirigente que já teve milhares de oportunidades, que errou milhares de vezes e que continua tendo voz ativa no Palestra. Não tá na hora de acabar com isso? Que tal um teto de aposentadoria pra esses falsos conselheiros?

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »