Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 16 de janeiro de 2012

A festa de sábado foi realmente bonita, Palestrinos.

Começou logo cedo, com a belíssima Procissão à São Marcos, e continuou até o apito final da merecida vitória para cima do Ajax.

HOMENAGEM E PAIXÃO
Em bem da verdade, tudo o que aconteceu neste sábado foi uma grande demonstração de fé da massa palestrina. Primeiro com mais de 5 mil devotos homenagegando o melhor camisa 12 da história do futebol e depois com mais de 25 mil torcedores no Pacaembu, empurrando a equipe, ainda que o time seja praticamente o mesmo do fraco ano passado.

A verdade é que, mais uma vez, a nostra torcida demonstrou uma paixão sem tamanho pela Sociedade Esportiva Palmeiras. Algo que deveria ser visto, revisto, pensado e repensado pelos homens que fingem cuidar do nostro futebol. Afinal de contas, mal o apito final soou, já tivemos as primeiras rusgas públicas do ano.

FELIPÃO X FRIZZO
Sem economizar nas palavras, Felipão criticou indiretamente Frizzo pela falta de eficiência nos reforços para 2012 – o que, diga-se de passagem, fez muito bem. No final da partida, aliás, a nostra torcida já havia vaiado e cobrado Frizzo e Tirone pela gestão estúpida que têm feito no comando do Verdão. O problema aqui ao meu ver é um só: não dá para continuar assim!

É impossível que um treinador e um diretor de futebol não se gostem, não se falem e fiquem trocando farpas abertamente. Tivéssmos um presidente normal, com sangue nas veias, e isso já teria sido solucionado. Afinal, basta pensar quem fará mais falta ao clube: um velho caduco que nunca fez nada ou um treinador que, apesar de ganhar rios de dinheiro, tem tentado trabalhar da melhor maneira possível?

Enquanto este tipo de gente estiver no comando do Palmeiras, vamos continuar vivendo do que vimos no sábado: do amor incondicional de 15 milhões de torcedores espalhados pelo mundo. Não que isso seja pouco, pelo contrário, mas não dá para o nostro sucesso dentro de campo depender somente disso.

QUANTO AO JOGO…
Foi um bom teste. No primeiro tempo, com as equipes titulares em campo, achei o Palmeiras melhor. Deola, Cicinho e Marcos Assunção continuam sendo as melhores opções da equipe, enquanto Valdívia segue de lampejos e o nostro ataque sofre. Com Bueno e Fernandão como opções, não dá para esperar por nada, além de gols de bola parada.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »