Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘12ª rodada’

Demorou, mas aconteceu, Palestrinos!

Não sei nem dizer há quanto tempo não tínhamos uma rodada como esta… vencer bonito dentro de casa em um dia e assistir bâmbis, gambás e lambaris perdendo no outro. A rodada só não foi totalmente perfeita porque o Flalixo venceu novamente. Mas, para quem começava a cambalear no campeonato, essas duas vitórias seguidas servem para animar e esquentar a briga pelo G4. Que venham os coxinhas!

O JOGO
Sem Kléber e Márcio Araújo, suspensos, Felipão não inventou e manteve o mesmo sistema de jogo para enfrentar o combalido Galo. Colocou Dinei na frente, João Vitor de volante e apostou no agora contratado Luan para fechar o quarteto ofensivo com Valdívia e Maikon Leite.

E foi com muita correria e passes errados que o jogo começou: disposição demais, passes errados demais, emoções de menos. Mas não demorou muito para a partida pegar fogo. Ao melhor estilo Ronaldinho-Copa 2002, Marcos Assunção bateu pra área, a bola subiu em demasia, mas encobriu com perfeição Giovanni: Verdão 1 a 0. O problema foi que, mal a bola rolou, Magno Alves girou, o chute desviou e o time visitante empatou ainda aos 15 minutos.

Daí até o final da primeira etapa o jogo ficou extremamente aberto. Valdívia brilhava de um lado, obrigando o mesmo Giovanni a fazer boas defesas, enquanto Magino Alves assustava Deola do outro. A correria, no entanto, cessou e o primeiro tempo terminou empatado.

Mas quando o relógio apontou quase que o mesmo tempo do primeiro gol, agora na segunda etapa, Luan fez o “gol do fico”. A bola rebatida sobrou na entrada da área e ele, de perna direita, desempatou para o Verdão. Daí pra frente foi um Deus nos acuda: pressão do Atlético, sufoco no Canindé. Nem quando San Genaro nos iluminou, e Patrik fez o terceiro, tivemos calmaria: de novo sofremos um gol na saída de bola.

A coisa seguiu quente até o final, mas o Canindé nos dá mesmo sorte. Verdão 3 a 2, muita disposição em campo e uma semana perfeita fora dele.

TROFÉU SÃO MARCOS
Marcos Assunção participou dos dois primeiros gols e ainda marcou muito.

TROFÉU RIVALDO
Gerley falhou feio no segundo gol e mostrou insegurança durante a partida.

E AGORA, CAÇA-BALADAS?
E não é que os dois jogadores mais criticados da última semana decidiram a partida? Será que é porque eles não foram para a bala ou o “genial” disque-denúncia funcionou? Por San Genaro, não venham me dizer que Luan e Assunção jogaram bem porque torcedores chatospra burro os pressionaram…

REVANCHE MARCADA
É quarta-feira, às 22h, em Curitiba. O que aconteceu será lembrado por muito tempo, mas eu duvido que iremos ver algo parecido ao ocorrido no início do ano lá no Couto Pereira. A derrota pode até vir, futebol se decide dentro de campo, mas aposto que a nostra postura será totalmente diferente.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Finalmente uma vitória fora de casa, Palestrinos!

E aí pouco me importa se foi de um a zero, se foi sofrido ou se o gol foi feito de pescoço pelo zagueiro. Com essa vitória longe dos nostros domínios acaba aquela incômoda pressão sobre a equipe, a confiança volta a reinar e as chances de melhorarmos no Brasileirão aumentam ainda mais. Saiu a zica.

O JOGO
Mantendo a base do esquema tático, mas mudando as peças, Felipão mandou o Verdão a campo em um 4-3-3 com Wellington Paulista na vaga de Luan – que está mesmo de saída – e Gerley na vaga de Gabriel Silva. E pelo volume de jogo, a estratégia deu certo: foram diversas chances de gol durante toda a partida.

Logo no primeiro minuto, por exemplo, Kleber ganhou na corrida e perdeu um gol feito. Alguns minutos depois o Gladiador aproveitou a chance que teve, mas o bandeira anulou incorretamente o que seria nostro primeiro tento. O afã por balançar as redes era tão grande que tomamos alguns contra-ataques, muito bem contidos pela segurança de Deola. No entanto veio o intervalo e os gols ainda não haviam chegado.

Na segunda etapa continuamos forçando a barra, principalmente com as bolas paradas de Assunção, e sofrendo com os contra golpes do time da casa. Kid Bengala obrigou o goleiro do figuinho a fazer grande defesa em falta do meio da rua, Maikon Leite meteu bela bola na trave e o sofrimento durou até os 37 minutos, quando Maurício Ramos (sempre ele!) fez o gol salvador de pescoço.

Voltamos ao G4 e recuperamos a confiança.

TROFÉU SÃO MARCOS
Kleber: brigou, chutou, apanhou e demonstrou muita raça.

TROFÉU RIVALDO
Thiago Heleno teve uma noite rara de falhas e insegurança.

NOVO ESQUEMA
Parece mesmo que Luan vai embora. Assim sendo, Wellington Paulista e Patrik devem brigar pela vaga que ficará aberta na equipe. Eu, pessoalmente, acredito que WP seja mesmo a melhor opção, até para Kleber sair mais da área e ganhar liberdade. Gerley estava nervoso, não foi bem na estreia, mas certamente é melhor opção que Rivaldo. E quando Henrique estiver em forma, arrisco dizer que nostra zaga será a melhor do torneio.

CANJA NO SÁBADO
Sabadão, 21h, tem sopa de galinha no Canindé. Oportunidade única de vencer um time em crise existencial e colar ainda mais no grupo de cima da tabela.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »