Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘2 a 0’

Mas que joguinho larazento, hein Palestrinos?

Morno, sem opções, sem boas jogadas, sem audácia… o que vimos ontem a noite no Pacaembu foi quase um atentado ao futebol. O Palmeiras, que deveria ter entrado em campo para matar o pequeno logo de cara, foi muito mais medroso do que deveria. Enquanto isso, o Vilhena, que tinha mil motivos pra estar com medo, gostou do jogo.

E quase fez 1 a 0 em uma cabeçada marota no meio do segundo tempo! Sorte nostra que o time deles pregou fisicamente e que Bruno César resolveu tomar a liderança de um time que estava aos frangalhos. Não fosse por ele e pela providencial entrada de Marquinhos Gabriel, sofreríamos até o final dos 90 minutos.

Tudo porque o Kleina, de fato, errou. Imagino que não deva ser fácil motivar o time depois da eliminação do Paulista e que também é difícil montar esse Palmeiras sem Prass, Valdivia e Kardec, mas a escalação respeitou demais adversário de menos. Não havia necessidade de entrar com um zagueiro na lateral-direita e mais dois volantes de marcação. A falta de sangue e de vontade de Leandro e Mendieta contrastavam com a pressa e falta de técnica de Wellington, Miguel e Tiago Alves. Quando corrigiu o time, já na segunda etapa, o futebol fluiu um pouco mais.

Duas lições que ficam do duelo de ontem são claras: 1) o time precisa e deve ser mais ofensivo e 2) Bruno César pode ser mais um dos líderes deste elenco. Afinal de contas, ontem, quando a equipe começou a sentir a pressão do resultado que não vinha, foi o camisa 30 quem deu calma a equipe. Sem dúvidas, é uma boa notícia.

Mas provavelmente tenha sido a única.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »

Lavamos a alma, Palestrinos!

Sem exagero nenhum, a tarde de ontem foi uma das mais incríveis da última década. Com mando de campo nostro, com campanha 100%, com time se entregando e marcando do início ao fim, com o novo canto maravilhoso do centenário, vencendo um clássico – até que enfim – sem contestação.

Para muitos, no entanto, parece que a festa é exagerada. Mas quem é palmeirense sabe que não é. Temos motivos de sobra para estar comemorando os 2 a 0 de ontem, com pouco mais de 25 mil pagantes no Pacaembu. Aqui vão alguns deles:

  • O primeiro motivo é óbvio: era um clássico. E nós estávamos a 2 anos sem ganhar nenhum, quanto mais da forma que ganhamos.
  • Vencemos também a desconfiança. Ontem, não vencemos apenas o adversário; vencemos aquele discurso de que estávamos 100% apenas por jogar contra pequenos.
  • E a superação? Começamos o ano perdendo diversos jogadores por causa de salário, de quebra perdemos Henrique e, na iminência de perder Wesley, vimos Wellington, Lúcio, M. Oliveira e outros correndo do início ao fim.
  • Acho que esse jogo endossa um começo de ano que tem muito do trabalho do trio Nobre-Brunoro-Kleina. Se continuarem trabalhando afinados, podemos ser um clube melhor, como um todo.
  • E, também bastante óbvio, é ano de centenário. Precisamos ganhar!

Como disse, são apenas alguns motivos. Mas teríamos tantos outros que fica difícil enumerá-los ainda no calor do jogo. Se o Barcelona é “Mais que um clube”, ontem nós tivemos “Mais que um clássico”.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

palxint_1705

Ok, você vai falar que era o time misto do Inter. Mas a nossa derrota de ontem não tem nada de anormal. Eles jogaram com a base boa, em casa (nunca ganhamos no Beira Rio e no Brinco de Ouro, cazzo!) e contaram com um Taison encapetado e venceram com justiça.

Reclamações apenas pela falta de chutes a gol do nosso lado. Incrível como podemos chutar a gol, mas nunca chutamos! Pé na forma, pessoal, vamos arriscar mais…

No entanto, vontade não faltou.

Agora temos a bicharada no domingo e as uruguaias na outra quinta. Uma semana inteira para o Luxa acertar este time que, com Marquinhos aberto pelo lado, ainda não conseguiu engrenar.

Tempo nós temos.
Time também.
Então vamos trabalhar, Palmeiras!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

ldu_2104_marcao

Se não dá na técnica, palestrinos, vai na raça.

E foi assim, mais na pressão do que no toque de bola, que o nosso Palmeiras venceu a LDU na noite de ontem. E mais uma vez o tripé Marcos-Pierre-Diego Souza foi quem decidiu, com uma única diferença: o Marcos da vez não foi o careca, mas sim o cabeludo zagueiro Marcão.

Foi o camisa 13, totalmente na raça, quem abriu o marcador logo aos 3 minutos do 2º tempo. Diego, meia hora depois, ainda ampliou em um balaço do meio-campo. Dois gols de jogadores que vieram do Sul, dois jogadores de Grenal, dois raçudos inveterados.

E olha que podia ter tido mais, em dois bons lances de Keirrison. Mas 2 a 0 está de ótimo tamanho. Estamos na briga. E, mais do que isso, estamos brigando.

Siamo Palestra!

ldu_2104

ROJAS.

Read Full Post »

diego_08041

Você viu? Se não viu, clique aqui e veja agora.

Ontem o Verdão foi até Recife e venceu. Sim, venceu! Com um de Keirrison e outro de Diego Souza (uma pintura!!!), o Palestra meteu 2 a 0 e voltou de vez para a Libertadores.

Não vou fazer análise, falar de tática nem nada. O que me encantou foi a postura do time. São Marcos foi nota 12, Diego Souza chamou a responsabilidade pra ele, Pierre marcou impiedosamente e ganhamos TODAS pelo alto… TODAS! Sem dúvidas, um dia pra ficar na memória.

Enfim, é claro que vocês viram o jogo. E é claro que estão empolgados. Agora o Paulistão virou torneio de luxo e temos que bater no Ixpór novamente na terça-feira que vem, 19:30h.

Eu e Elton estaremos lá. Sabiamos da vitória.

Agora “é quarta-feira”, “é terça-feira” e “é rumo ao título”.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »