Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Arnaldo Tirone’

A Turiassú estava parada. Parte da Sumaré e da Pompéia também. Com cartazes na mão e gritos de ordem, milhares de palmeirenses foram às ruas protestar contra a situação insustentável pela qual o clube passava.

Tudo havia começado com o MPL – Movimento Palmeiras Livre – que reivindicava um novo presidente após outro rebaixamento. Se Mustafá havia nos derrubado em 2002, seus sucessores e, principalmente, Arnaldo Tirone haviam continuado o legado do mal.

Mas o que ocorreu é que aqueles que foram protestar queriam mais. Eles não se pintaram de verde e branco apenas para lutar por um novo presidente: queriam jogadores, queriam resultados, queriam seu estádio de volta. A manifestação foi além.

Mesmo torcedores de outras equipes se tornaram simpáticos ao movimento e, se não o faziam nas ruas, compartilhavam e apoiavam o que acontecia nas redes sociais.

Entoando o hino sagrado, eles caminhavam fechando o trânsito e alternando a cantoria com brados a favor de justiça sem violência.  E, nas primeiras horas funcionou. Mas, sabíamos todos, aquilo era em vão. Em pouco tempo vieram pichações nos muros, agressões a jogadores e diretores, carros apedrejados, loja queimada… o pandemônio.

No entanto, também já é sabido que nem todo pandemônio é em vão. O movimento afugentou alguns medrosos e bundões que mamavam nas tetas do clube, além de ter aumentado a vigilância de todos os palestrinos quanto a política do clube. Qualquer coisa que acontecesse, do preço da lanchonete até rombos no orçamento, passaram a ser vistoriados de perto.

O presidente, enfim, também mudou. Menos pelo protesto, mais pelo calendário estatutário do clube, mas mudou. E aqueles milhares que cantaram, gritaram e levantaram cartazes, agora, se sentem bem. Muito embora, é bom que se diga, ainda não estão satisfeitos. Ainda queremos eleições diretas, profissionalização de todas as áreas, situação financeira transparente e por aí vai.

Nobre, estamos de olho.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »

https://i2.wp.com/esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2012/12/reproducaoveja.jpg

Lá vem ele novamente, Palestrinos.

Após 2 anos de um mandato cheio de altos e baixos, Arnaldo Tirone vai tentar a reeleição. Sim, é isso mesmo que vocês leram: mesmo com o rebaixamento, contratações bisonhas e contas que não fecham, Arnaldinho está convencido de que fez um bom trabalho na presidência do Palmeiras. Mais do que isso até, ele está dificultando a esperada passagem do bastão.

Com eleições somente em 21 de janeiro, o atual mandatário que saiu por aí ventilando reniões semanais com os presidenciáveis, tem boicotado os encontros. Não só não comparece, como diz que o faz porque está ocupado demais planejando 2013. E, assim, vai empurrando mais dois anos de possíveis mudanças para o lixo.

Os leitores do Siamo Palestra sabe que somos um blog apartidário. Não temos envolvimento político nenhum dentro do clube. Mas os recentes acontecimentos que chegaram a nós nos fazem crer que o banana-mor está virando ditador. Tirone é muito mais Contursi do que se imaginava!

Enquanto nomeia um novo diretor de marketing e o autoriza a soltar vídeos bonitos na internet, este verdadeiro câncer passa as tardes planejando fazer o que o Sapo Gordo fez em 2003: montar um verdadeiro time de Série B para o ano que vem. Não importa o tamanho do Palmeiras, não importa que tenhamos a Libertadores, não importa nada. Simplesmente diz que não temos dinheiro e fecha as portas para futuras mudanças. Ele está acimentando qualquer esperança que podemos ter.

Para se ter ideia, ele simplesmente ignorou a possibilidade de receber o meia Dátolo, ex-Boca e atualmente no Inter, por empréstimo. Não atendeu telefonemas de um intermedário nem se pronunciou. E agora, amigos, é bem possível que o argentino que poderia ser titular por aqui feche com algum de nossos rivais.

Outro ponto é que, mesmo com a dispensa de oito jogadores, ele não sinalizou nem sequer com um real de aumento para Hernán Barcos. Logo o atacante que, diga-se de passagem, recebe menos que Maurício Ramos e algo próximo a um terço da quanti amensal paga ao chinelinho Valdívia…

Por isso, volto a dizer que não apoio nenhum dos candidatos que estão na briga presidencial para os próximos dois anos, mas um deles, em especial, eu já espero que caia fora. E ele é você, Arnaldinho. Vá pro inferno com seu atraso e sua quadrilha!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

É muito desrespeito, Palestrinos…

Hoje, ao ouvir as declarações de Tirone sobre a possível parada de Marcos, me bateu uma tristeza no peito. Após o nostro Santo dar entrevistas na semana passada dizendo que ninguém o procurou para tratar do assunto, nostro presidente – atrasado, como sempre está – abre a boca para dizer: “O contrato está acabando, né?”. Assim, desse jeito, como se falasse do final de contrato do Rivaldo ou do Leandro Amaro.

E o pior é que, após proferir palavras com tamanho significado, ele ainda se dignou a dizer que vai falar com São Marcos, que acha que está na hora dele parar e que quer homenageá-lo no amistoso diante do Ajax (em 14 de janeiro, no Pacaembu), mesmo Marcão tendo dito, em alto e bom som, que quer se despedir em um jogo oficial.

É triste, mas a realidade é essa: o Palmeiras não sabe tratar os seus ídolos. Oberdan Cattani assistia aos jogos nas cadeiras cobertas do Palestra Itália porque é palmeirense, não por convite da diretoria. Ademir da Guia, o nostro eterno Divino, só é “homenageado” ao vestir o manto alviverde em alguns poucos e malfadados jogos festivos. Isso sem falar em tantos outros craques – Dudu, César Maluco, Servílio, Evair, etc. – que empunham a nostra bandeira até hoje por puro amor.

Enquanto isso, lá na Espanha, um dos maiores zagueiros da história da Sociedade Esportiva Palmeiras, Luís Pereira, é coordenador das categorias de base do Atlético de Madrid…

Infelizmente, amicos, é assim que caminha o Palmeiras. Desrespeitando, como diz o samba, quem soube chegar onde a gente chegou.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Clássicos à vista, Palestrinos.

Faltando duas semanas para o final do ano futebolístico, resta-nos justamente os dois maiores clássicos: SPFW e Curintia. Primeiro com bâmbis e depois com gambás, visitaremos o Pacaembu dois domingos seguidos, esperando que os jogadores tenham o mínimo de dignidade e vençam ambos os encontros.

Eis que na primeira das decisivas semanas, nostro querido Arnaldo Tirone surge das cinzas e diz que pagará bicho dobrado aos atletas caso as vitórias venham. Não, você não leu errado. Nostro presidente prometeu uma premiação extra para que o grupo faça o que já lhes é obrigação!

Que vergonhoso, amicos… De uma só vez, Tirone cometeu três pecados imperdoáveis: premiar a mediocridade, diminuir o Palmeiras e jogar dinheiro no lixo.

O primeiro dos pecados é óbvio. A equipe fez uma campanha tenebrosa no Brasileiro, envergonhou a nostra massa e ainda por cima correu risco de rebaixamento. Como se pode pensar em pagar bicho para um grupo desses?! (“Bicho”, aliás, é um nome estúpido e digno do mundo do futebol; isso se chama “bônus” e é muito usado no mundo corporativo para premiar metas alcançadas. Se ganhar o título, ganha-se tanto, se conquistar uma vaga na Libertadores, ganha-se um montante menor, e assim por diante.)

O segundo pecado, a diminuição do Palmeiras, é ainda mais claro e grave. Somos o Campeão do Século XX, cazzo! Um dos maiores clubes do mundo! Como se pode oferecer dinheiro para que atletas que já ganham bem façam nada além do seu trabalho? Não basta jogar um clássico pelo Verdão e ser bem pago?!

O terceiro nem vou explicar. Em um time onde se fala em cortes de verba a todo o momento, ficar tirando dinheiro da conta para bonificar vitórias sem significado nenhum é ridículo. (E antes que vocês me falem que tirar o título de um e a vaga da outra seja, sim, significante, eu gostaria de lembrá-los que isso é pequeno demais para o nostro Alviverde Imponente.)

Resumindo, mal começou a semana e o Tirone já me deixou puto. Com isso e com a demissão de pessoas que não mereciam, aliás. Atitudes que revelam, cada vez mais, o amadorismo da nostra diretoria.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »