Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Carlos Alberto’

O ano já começou, Palestrinos…

E a dez dias de estrear no Campeonato Paulista, o camarão ainda não chegou. Até aqui, são cinco os nostros reforços para 2012: as chegadas do lateral-esquerdo Juninho, do zagueiro Román e do meia Daniel Carvalho, além da saída de Rivaldo e da não-chegada de Carlos Alberto devido a uma pubalgia.

É pouco, amigos? É pouco.
Mas é o mundo real, o nostro mundo real.

Por isso eu peço pelo amor de San Genaro que parem com essa história de camarão. Felipão falou, Felipão pediu, mas ele próprio sabe que não vai ter. A bem da verdade, o camarão do Palmeiras é ele: Luiz Felipe Scolari. Ou um treinador que recebe 700 mil mensais não é prato sofisticado?

O grande desafio de Felipone para 2012 é pegar o arroz-feijão que tem nas mãos e dar um toque a mais. É fritar aquele ovo esperto, jogar em cima do bife e tentar brigar desse jeito. Os reforços que chegaram são poucos, mas já agregam alguma qualidade ao grupo do ano passado.

Lembrem-se do que São Marcos disse na coletiva de hoje: não há time talentoso no papel que ganhe de um time unido e guerreiro dentro de campo. É hora de Felipão trabalhar e dar moral ao grupo que temos para este ano, sem ficar se queixando ou falando que não conta com Messi.

E, sendo sincero, um belo bife à cavalo sustenta bem mais do que um punhado de camarões!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Carlos Alberto chegou, Palestrinos.

Com 27 anos, o rechonchudo meia acaba de ganhar de presente mais uma chance em sua carreira. O Palmeiras será “somente” o décimo clube do atleta que, exceto por boa passagens no Fluminense e no Porto, sempre foi muito mais uma promessa do que uma realidade.

Como se isso não bastasse, acumulou problemas de relacionamento por onde passou, tem uma disfunção a lá Ronaldo na tiróide e só em 2011 trocou de clubes por três vezes (Vasco, Grêmio e Bahia). Dizem pelos bastidores até que ele sofre de bipolaridade…

No entanto, o pior de tudo ainda ficou por conta da negociação. Segundo o genial Roberto Frizzo, foi seu filho quem lembrou do nome do jogador e, ao ter um bate-papo com um pastor evangélico que conhece o meia, resolveu contratá-lo. (Como bem lembrou Rodrigo Vessoni, do Lance!, esse pastor tem nome e se chama Juan Figer.)

Só eu acho isso tudo uma bizarrice, cazzo?!

Se para Frizzo, Daniel Carvalho e Carlos Alberto são camarões, eu nunca vou querer saber o que ele acha que é uma lata de sardinhas… Oremos a San Genaro e a São Marcos!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »