Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘confiança’

Existe uma máxima do futebol que diz que jogador sem a confiança da torcida não vinga, Palestrinos. E cada vez mais eu acho que essa máxima está correta.

Vinícius é o típico jogador que ninguém confia. É da base, atua pelo profissional desde os 16 anos, já fez mais de uma centena de partidas com o nostro manto, mas… nunca empolgou. Nunca mesmo. Nem quando fez gol (e foram apenas oito em 103 jogos), nem quando arriscou alguns dribles, nem quando teve uma sequência de jogos. E olha que não foram poucos!

Antônio Carlos, Felipão e Kleina cansaram de dar chances a ele. O escalaram de ponta esquerda, ponta direita e até centralizado dentro da área. O menino, no entanto, sempre mostrou limitações. Na finalização principalmente – e aí não existe atacante que passe impune. Aos 20 anos, foi emprestado ao Vitória. E pode ter sido só o primeiro.

O elenco conta com outros atletas em situação semelhante, começando pelo gol. Muito embora eu o julgue mais azarado do que tecnicamente deficiente, Bruno poderia buscar espaço em outro clube. Com 28 anos e a sombra de Fernando Prass, ele mesmo sabe que jamais será titular do Palmeiras com frequência. Teve essa chance em 2013 e a jogou fora – junto com a nostra vaga nas quartas da Libertadores.

Quem vive situação parecida são Tiago Alves, Serginho, Felipe Menezes, Miguel e Diogo. O primeiro até deve ficar porque foi pedido de Kleina e por que temos poucas opções defensivas, mas os outro quatro certamente devem debandar até o fim do ano. Ao contrário de valores como Patrick Vieira e Marquinhos Gabriel – que sempre recebem o apoio ao entrar em campo – todos tiveram suas chances, mas não as aproveitam, deixando todos nós apreensivos em suas entradas.

Esperamos, portanto, que Vinícius tenha sido só o primeiro desse bonde. Precisamos de opções com muita vontade, mas também com a confiança da massa.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Não vou mentir pra vocês, Palestrinos.

Até a semana passada, eu andava bem pessimista com o nostro Verdão para 2010. Mas com o final das férias e a volta das notícias e declarações verdadeiras (90% do que é veiculado na época de festas é boato), eu estou me empolgando com o ano.

É fato que não fizemos nenhuma grande contratação – e é possível que nem tenhamos uma. No entanto, ouvir as palavras de Belluzzo e Cipullo tem me dado a certeza de que o tal “planejamento” (que é inexistente em qualquer clube brasileiro) está engatinhando no Palestra.

A base forte do time foi mantida, a diretoria trouxe bons jogadores por conta própria (nada contra a Traffic, acho a empresa bastante importante para nós) e ainda dispensou alguns lixos que estavam por aqui (além de Marcão e Jefferson, ontem foi a vez de Willians ir embora).

A rigor, sinto que precisamos “apenas” de dois atacantes e um meia. Mesmo diagnóstico, aliás, dado por Gilberto Cipullo ao Diário Lance!. E, ainda assim, julgo que os atacantes são o principal e real problema – Diego Souza, Cleiton Xavier, Deyvid Sacconi e o tal revelação Felipe podem dar conta da meia. (Aliás, mantenho, minha palavra: prefiro que o Love saía; ele simplesmente QUER sair)

Sendo assim, Palestrinos, acordei completamente confiante hoje. O Paulista, a Copa do Brasil e o Brasileiro que nos aguardem.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »