Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘copa do brasil 2010’

É a única coisa que posso dizer no momento, Palestrinos: “Aposenta, São Marcos”.

E aposenta porque você não merece isso. Você é maior que todos os que vestem nostro uniforme e falam em nome do nostro clube hoje em dia. Você é infinitamente maior que Diego Souza, Danilo, Antônio Carlos, Belluzzo, Cipullo, Del Grande, Mancha Verde, pixações… você é maior, gigantescamente maior.

Só não é maior que o próprio Palmeiras e que o torcedor comum, aquele apaixonado (e isso eu sei que nem preciso te lembrar porque você nunca teve a pretensão ou o despeito de ousar ser maior que o time e a torcida que ama).

Você é campeão paulista, sul americano, da Copa do Mundo. Você é meu maior ídolo e provavelmente o de milhões de outros palmeirenses que realmente se importam com você e com a Sociedade Esportiva Palmeiras de verdade. Por isso, se aposente.

Vai ser um vazio insuportavelmente grande não tê-lo debaixo das traves no Palestra ou em qualquer outro estádio do mundo, mas eu te peço de coração que pare.

Ontem você teve mais um exemplo de que deve ter chegado a hora. Ontem e nos últimos 10 anos, aliás. Porque você falha, perde, mas eu sei que sente com isso. Eu sei que você dormiu tão mal quanto eu esta noite de quarta, se é que dormiu, e que está envergonhado de ter perdido a Copa do Brasil mais fácil dos últimos 200 anos.

E relaxe porque não vai ser demérito nenhum você parar de jogar este ano. Se quiser sair quando o time não estiver em um momento difícil, você não vai sair nunca. É triste, mas é essa a perspectiva.

Ao te ver pegar 3 penalidades seguidas (algo que não é novidade, ano passado mesmo você fez isso na Ilha do Retiro) e ainda sim perder o jogo, senti um aperto por você. Pelo time eu tive raiva, desprezo, angústia. Por você, não. Por você eu tive pena.

E eu não quero mais ter pena do maior jogador que eu já vi jogar na minha vida.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »

De novo, Palestrinos, de novo!

Mais uma vez tivemos o domínio, mais uma vez poderíamos sair de campo com um baita resultado, mas mais uma vez preferimos sofrer. O 1 a 0, aos 49 minutos, diante do catado do centro-oeste, saiu com gostinho de goleada. Sorte a nostra.

O JOGO
Parecia replay do que vimos a duas semanas atrás: Palestra lotado, torcida empurrando, posse de bola, mas nada de pressionar o adversário. Em bem da verdade, nos primeiros 45 minutos tivemos apenas uma chance com Lincoln (batendo de primeira) e outra com Robert (que completou impedido um lance de Cleiton Xavier).

Isso tudo já seria cenário para se colocar Ewerthon em campo. Mas Antônio Carlos demonstrou ter dupla personalidade. O mesmo treinador que trocou Pierre pelo camisa 28 na Arena simplesmente ignorou (mais uma) péssima partida de Diego Souza e manteve o time em campo.

O resultado foi um segundo tempo burocrátrico (bem pior que o primeiro, pra ser sincero). O Atlético se animou, atacou e só não marcou por causa de São Marcos. Kojac mexeu mal, trocou seis por meia dúzia, mas, no final, tudo certo.

Pênalti legítimo em Paulo Henrique, Cleiton X bateu bem e o zero saiu do placar. Um achado!

O MELHOR
Não por ter sido o autor do gol, mais Cleiton Xavier faz a diferença.

O PIOR
Diego Souza, de novo e por motivos óbvios.

ARBITRAGEM
Quando somos prejudicados, podemos reclamar. Quando somos ajudados, precisamos reconhecer. E a verdade é que o tim deles bateu a torto e a direito, tivemos um pênalti não marcado a nostro favor na primeira etapa, mas anularam mal o gol deles.

MULTA E BANCO
Eu já havia lançado a campanha “Diego Souza no banco”. Mas, depois do que rolou hoje, não só mantenho a campanha como exijo que a nostra diretoria multe o camisa 7 por ter xingado a massa alviverde.

Não estou dizendo que ele seja culpado pelo momento delicado, nem que seja necessário crucificar alguém que já ajudou a equipe, mas o veredicto é simples: Diego Souza precisa ir para o banco. O quarteto ofensivo ideal de hoje é Cleiton, Lincoln, Ewerthon e Robert. Simples assim.

E AGORA?
Agora é jogar no Serra Dourada por um gol. Só isso.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Lembram das oitavas-de-final, Palestrinos?

Pois então, nas quartas é a mesma coisa. O discurso do nostro querido Antônio Carlos não mudou e acredito que o Kojac está certo: em mata-mata o negócio é vencer e não sofrer gols. Se for por 1 a 0, tá bom; 2 a 0 tá ótimo; 3 a 0 é caso de fazer carreata.

O negócio é manter o time focado nisso. Colocar a bola no chão, sem desespero e achar espaço para abrir o placar e jogar tranquilo. Nunca é demais lembrar: tecnicamente, nostro grupo é muito melhor que o adversário; o que temos que igualar é a vontade (ouviu, Diego Souza?).

O Atlético/GO não é nenhum Barcelona, mas está na Primeira Divisão e não podemos vacilar. Se tomar gol aqui, complica. Portanto, é esquema mata-mata na cabeça: pra cima deles, Verdão!

CONTRATAÇÃO
Chegou nesta semana o zagueiro Leandro Amaro. O cara é novo (23 anos), tem experiência em times grandes e chega claramente para ser um tampa buraco: um elo de qualidade entre nostra zaga titular (Danilo, Léo e Maurício Ramos) e a juventude do Gualberto. Além do mais, é sabido, Danilo ficará suspenso por alguns jogos.

Que seja bem-vindo.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Errar é humano. Mas repetir o erro é burrice, Palestrinos.

Não bastasse o jogo das oitavas-de-final diante do Ventinho Paranaense ter sido disputado numa quinta, 19:30h, a CBF e a diretoria do Palmeiras permitem que o jogo das quartas desta semana ocorra no mesmo horário.

Dane-se que São paulo é uma das maiores cidades do mundo. Dane-se que o trânsito é caótico. Dane-se que é horário do rush. Dane-se que o transporte público não dá conta. Dane-se quem trabalha. Dane-se você. Dane-se eu. Dane-se o torcedor.

Não há nenhum outro jogo na cidade na noite de quinta, não existe justificativa nenhuma (exceto a grade e os interesses da SporTV) para se fazer o jogo neste horário, o time de Goiás não vai ter que matar mais duas cabras para pagar a pernoite no hotel por causa disso, não há nada.

Repetindo o que já foi feito inclusive durante a Libertadores do ano passado, quando jogamos diante do Colo Colo às 19:15h de uma quarta-feira normal, nostra diretoria mostra que está simplesmente dando de ombros para todos nós.

É claro que isso não vai mudar nosso apoio incondicional (no meu caso, infelizmente incondicional ao lado do rádio), mas se você quer cumprir o apelo de São Marcos, terá que se virar mais uma vez.

E ainda sim… Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »