Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘mineirão’

Argumentos para esquecer o passado, reforçar o presente e confiar no futuro. Tem jeito melhor de comemorar nostros 101 anos, Palestrinos?

Ontem, em pleno aniversário do Verdão, o que se viu nos primeiros 45 minutos do jogo de volta válido pelas quartas-de-final da Copa do Brasil foi digno do mais animado dos parabéns a você. Quem acompanhou sabe que foi impossível não se empolgar com cada lance do primeiro tempo disputado no Mineirão.

Um time sem medo de ser ofensivo, rápido, marcando sobre pressão, tocando a bola e sendo totalmente letal dentro da área. Muito graças ao meio campo técnico formado por Zé Roberto e Robinho, mas ainda mais pela linha de frente formada por Dudu e Gabriel Jesus (com ajuda ainda oscilante de Lucas Barrios). Enquanto os meias se desdobraram entre carrinhos e passes, os dois pontas acabaram com a defesa do Cruzeiro.

No entanto, é bom salientar que houve um segundo tempo – e que os 45 minutos finais foram terríveis. Com muitos erros de passe na frente, sofremos com o que nostro time tem de pior já faz alguns jogos: a marcação. Nem Amaral nem Girotto foram competentes na cabeça de área, e nostro miolo de zaga continua batendo a cabeça de maneira clamorosa (com destaque especial para a deficiência técnica e de atenção de Jackson).

Gabriel e Victor Ramos fazem mais falta do que imaginava nostra vã filosofia…

Mas como todo dia 26 de agosto se trata de festa, o dia de ontem foi dia de celebrar. Esquecer de vez o ano maldito que tivemos no centenário, comemorar a fase de bonança da temporada atual e sonhar alto com as temporadas que ainda estão por vir. Seja pelos títulos a serem conquistados ou pela bola a ser jogada pelo menino Jesus. Enfim, nostro ano novo começou com cara de Natal.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »

E veio o pior, Palestrinos. Após 8 rodadas sem conhecer nenhuma derrota, calhou de amargarmos logo duas na sequência neste Brasileirão.

Bom dizer que nenhuma delas é calamitosa; Atlético/PR e Cruzeiro são times que estão se arrumando e ainda irão roubar pontos de muita gente neste campeonato. Mas, pelas circunstâncias em que perdemos os jogos (um com a casa lotada e o outro depois de buscar o resultado), dá pra entender a reação da massa quanto a esses dois reveses.

A questão é que, em pontos corridos, não dá pra ficar chorando os jogos derramados. Temos mais duas partidas até o final do primeiro turno e o objetivo é um só: conquistar os seis pontos. Pela frente vêm o Coritiba em crise e o Flamengo, em ascensão, mas jogando no Allianz Parque. 100% de aproveitamento é mais do que possível.

Marcelo Oliveira terá de lidar com a suspensão de Lucas e Victor Ramos, porém o principal é tentar arrumar nostro meio-campo. Desde que Gabriel saiu da equipe ainda não conseguimos achar uma formação útil, ficando com buracos tanto na marcação quanto na armação de jogadas. Robinho está mal (com Cleiton Xavier pior), Dudu e Rafael caíram demais e é preciso reequilibrar o sistema de jogo.

Na minha humilde opinião, chegou a hora de mudar o esquema. Fazer um 4-4-2 clássico, usar os atacantes de qualidade que temos no elenco e forçar o jogo pelo meio. Podemos até colocar Zé Roberto de volta no time, ajudando Arouca na proteção e saída de bola.

O importante é que, ao contrário dos últimos anos, opções existem. E eu confio que nostro comandante irá encontrar a solução ideal para que voltemos ao G4.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Palestrino, se você ainda não viu este vídeo, veja.

É a mais pura representação de um time que está unido. Sem demagogia, nem palavras falsas. É simples: um grupo que está junto para ser campeão.

Perceba o banco pedindo o final do jogo, incentivando, brigando, gritando, suando, tomando chuva, jogando junto.

Capicce?

Se você não acreditava neste grupo, pense novamente.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

palxcru_2309

Foi sofrido, palestrinos. E foi heróico!

A vitória com V maiúsculo do Verdão e de Vágner Love no Mineirão, por 2 a 1, não só colocou o Palmeiras 3 pontos a frente dos demais como mostrou algo maior: um time que quer ser campeão.

O JOGO
Num 4-4-2 improvisado no vestiário (Edmílson não passou no teste físico) e pressionando a saída de bola, começamos bem melhor o jogo. Mas isso durou só 7 minutos, quado nosso eterno Marcão ficou olhando a banda passar e o Cruzeiro fez 1 a 0.

Por sorte, nem deu tempo das raposinhas comemorarem: em falta sofrida por Love, Diego Showza bateu muito bem e empatou dois minutos depois.

Daí o jogo virou um lá e cá frenético, com chances para as duas equipes, sendo que, na melhor delas, nas costas do também eterno Wendel, brilhou São Marcos com o joelho esquerdo. Pro nosso lado, Armero bateu mal ao entrar em diagonal, sozinho.

O segundo tempo começou, Muricy colocou Maurício pra fazer 3 zagueiros e o Verdão virou. Numa robada de bola ninja de Souza, Cleiton Xavier deu mais uma assistência genial e Vágner Love fez o gol que só que é artilheiro faz. É caixa! Verdão 2 a 1.

Só que logo em seguida Armero foi mais uma vez afobado, tomou o vermelho e começou nosso sofrimento. Foram exatos 38 minutos de ataque contra defesa, com um bombardeio aéreo, bola na trave de Kléber e uma cabeçada que não entrou porque Marcos é Santo e tem aquela amizade com Deus.

Uma coisa, no entanto, ficou muito clara: ainda que o Cruzeiro cruzasse bolas até amanhã, o Verdão jamais tomaria o gol. Maurício Ramos foi um monstro por cima e Souza, por baixo.

O MELHOR
Apesar de Diego e Souza merecem destaques, Vágner Love, sem dúvidas. Foi mais do que decisivo.

O PIOR
Marcão falhou, Wendel também, Jumar idem. Mas vou votar em Armero, por ser inconseqüente e afobado em uma decisão tão importante.

ARBITRAGEM
A TV Globo propagandeou três pênaltis para o Cruzeiro. Eu, assim como o Diário Lance!, só vi uma: em cima de Fabrício, aos 16′ do 1º tempo, em entrada doentia de Jumar.

E é bom lembrar que esse mesmo árbitro nos roubou em Goiânia, ao marcar um penal inexistente. Elas por elas.

E AGORA?
Agora temos o Atlético/PR, sábado, no Palestra. É pra lotar o estádio e manter a liderança, ainda que seja sem CX e Armero. Danilo volta e Edmílson também. É líder, Verdão!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

porco_passa

Hoje é o dia, palestrinos.

E se eu disser que não estou tenso, é mentira. Estamos todos ansiosos e pensando apenas na final desta noite. E pra estravazar esse nervosismo, vamos falar do jogo…

ESCALAÇÃO
Marcos; Maurício Ramos, Edmílson e Marcão; Wendel, Souza, Cleiton Xavier, Diego Souza e Armero; Vágner Love e Robert. Deve ser essa a escalação do nostro time.

Linha de 3 zagueiros, com Edmílson pelo meio, Wendel um pouco mais preso para ajudar Souza na marcação, CX10 mais controlando a saída de bola e o trio da frente com Diego-Love-Robert mais solto.

Eu, particularmente, nunca concordo com Marcão em campo, mas… ou era ele ou Jumar. Decisão dificílima. A formação pode dar certo.

O CRUZEIRO
As raposinhas devem entrar com 4-3-1-2, marcando muito forte no meio com Fabrício Falastrão, Henrique e Marquinhos Paraná. Soltos, apenas Gilberto, Thiago Ribeiro e Kléber.

COMO GANHAR
Em velocidade. A zaga deles é composta por Leonardo Silva (sim, aquele) e Gil (um perdido que veio da Série B), dois grandalhões muito lentos. Os alas deles são rápidos e apoiam muito, deixando espaços.

Portanto, hoje Armero terá que marcar bem, senão teremos dificuldades. E é bom se preparar para um chuva de cruzamentos na área.

MAS ENTÃO É ÀS 21:50h?
É, cazzo. E nós vamos ganhar esse jogo, nem que seja na marra. Temos mais time e mais motivos para ir pra cima.

Deixo aqui o meu palpite: 2 a 0, gols de Love e Diego Showza.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

 san marcone again

Merecíamos ter vencido no Mineirão? Sim.
Depenamos a galinha mineira na própria granja? Sim.
Mas o empate é mau resultado? Não. Longe disso, aliás.

A chance perdida por Cleiton Xavier e o belo chute de Diego Souza já no final podem fazer parecer que o resultado foi ruim; mas se pensarmos no pênalti defendido por São Marcos, até que foi bom.

O JOGO
Mal começou a pelada e Marcão fez mais uma lambança com o nostro manto verde: foi dominar uma bola na meia lua, deu uma canelada e entregou de bandeja pra Éder Luis. Aí o atacante chutou e nosso goleiro santo acabou falhando.

Mas mesmo com o estádio lotado e com um gol sofrido logo de cara, o Verdão era melhor, bem melhor. E, atrás do resultado, foi pra frente. Sandro Silva e Souza foram leões, se movimentando muito e chegando na linha de fundo. Na frente, Ortigoza tentava e brigava junto com Diego Souza.

E o gol de empate chegou aos 34 minutos, justamente com os dois homens de frente. Diegol fez linda jogada e cruzou na cabeça de Ortigol: 1 a 1.

Com o empate veio o segundo tempo e com o segundo tempo veio o ânimo. Tivemos um lance dentro de área e uma bola na trave antes dos 10′! Mas, dois minutos depois, o susto: Wendel fez pênalti idiota num jogadorzeco deles. Aí colocaram um menino de 20 anos pra bater e…

MARCOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOS!!! De novo ele, nostro Santo pegando mais um pênalti pra sua imensa coleção – e ainda se redimindo do erro no gol.

Depois disso só deu verdão. Cleiton Xavier perdeu o gol mais feito do ano aos 30 minutos e, já aos 45′, Diego Showza quase fez um golaço. Ficamos mesmo no empate. Um empate de líder!

O MELHOR
Difícil apontar um, o meio todo foi bem. Souza foi um leão. Mas Diego foi mais decisivo e fica com a honra.

O PIOR
Precisa falar? Marcão não só é atrapalhado como tem o azar de Rubens Barrichello. Devia mudar de nome… que tal Paulo Turra?

SÃO MARCOS
É hipocrisia omitir a falha no gol sofrido. O Santo errou.

Mas não só assumiu a culpa na hora como ainda pegou um pênalti. Ele é o cara! Tem créditos etenros conosco, ainda que a Globo tenha tentado fazer dele o vilão do jogo, filmando-o seguidas vezes durant eo 1º tempo.

LÍDERES?
Sim, e continuaremos na ponta. Sábado tem Botafogo no Palestra e certamente voltaremos a vencer.

palxatlmg_1208

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

galinha_cabidela

É hoje, palestrinos! É dia de final.

No Mineirão, o Verdão vai pegar o Atlético Mineiro pronto pra continuar na ponta. E, vencendo lá, eu digo com toda a certeza, iremos matar a galinha na briga pela taça.

O TIME DE MURICY
Marcos; Wendel, Maurício Ramos, Danilo e Marcão; Pierre, Sandro Silva, Souza e Cleiton Xavier; Diego Souza; Obina (Ortigoza).

O time é esse. Com Marcão na lateral  (que dúvida cruel: ele ou Jefferson?! Dio mio…), 3 volantes e Diego Souza chegando de trás. A intenção do Muriçoca é mais do clara: roubar a bola e sair rápido pelo meio, com volantes que sobem mais.

Obina torceu o pé no treino de ontem e é dúvida. Mas deve jogar.

O TIME DE CELSO ROTH
Bruno; Carlos Alberto, Werley, Welton Felipe e Thiago Feltri; Renan, Jonílson, Serginho e Júnior; Renan Oliveira; Éder Luis.

A tática é bem parecida com a nossa. São 3 volantes (Serginho sai mais pro jogo que os outros dois), dois meias abertos (Júnior pela esquerda, Renan Oliveira pela direita e só Éder Luis na frente.

A zaga WW deles é jovem e insegura. Júnior já não tem aquele gás. O maior perigo é mesmo a velocidade de Renan O. e de Éder L. Ô time com nome composto, cazzo!

COMO GANHAR
Pressionando. Eles estão sem o goleiro titular, sem o artilheiro do time e mesmo assim o estádio lotado vai jogá-los pro ataque. Cabe ao Verdão ter paciência e esperar as chances.

As subidas de Sandro Silva e Souza podem ser decisivas. Assim como sempre são nossos meias. Pra cima deles, Palmeiras! Bora comer galinha à cabidela.

PALPITES?
O meu é 1×0, Maurício Ramos de cucuruto.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »