Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘oitavas’

Argumentos para esquecer o passado, reforçar o presente e confiar no futuro. Tem jeito melhor de comemorar nostros 101 anos, Palestrinos?

Ontem, em pleno aniversário do Verdão, o que se viu nos primeiros 45 minutos do jogo de volta válido pelas quartas-de-final da Copa do Brasil foi digno do mais animado dos parabéns a você. Quem acompanhou sabe que foi impossível não se empolgar com cada lance do primeiro tempo disputado no Mineirão.

Um time sem medo de ser ofensivo, rápido, marcando sobre pressão, tocando a bola e sendo totalmente letal dentro da área. Muito graças ao meio campo técnico formado por Zé Roberto e Robinho, mas ainda mais pela linha de frente formada por Dudu e Gabriel Jesus (com ajuda ainda oscilante de Lucas Barrios). Enquanto os meias se desdobraram entre carrinhos e passes, os dois pontas acabaram com a defesa do Cruzeiro.

No entanto, é bom salientar que houve um segundo tempo – e que os 45 minutos finais foram terríveis. Com muitos erros de passe na frente, sofremos com o que nostro time tem de pior já faz alguns jogos: a marcação. Nem Amaral nem Girotto foram competentes na cabeça de área, e nostro miolo de zaga continua batendo a cabeça de maneira clamorosa (com destaque especial para a deficiência técnica e de atenção de Jackson).

Gabriel e Victor Ramos fazem mais falta do que imaginava nostra vã filosofia…

Mas como todo dia 26 de agosto se trata de festa, o dia de ontem foi dia de celebrar. Esquecer de vez o ano maldito que tivemos no centenário, comemorar a fase de bonança da temporada atual e sonhar alto com as temporadas que ainda estão por vir. Seja pelos títulos a serem conquistados ou pela bola a ser jogada pelo menino Jesus. Enfim, nostro ano novo começou com cara de Natal.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »

Pra que tudo isso, Palestrinos?

Tá certo que o juizão quis complicar o jogo, mas não justifica o sofrimento que tivemos para nos classificar. Tivemos posse de bola e chances para matar a partida durante os 90 minutos, mas devido a nossa própria incompetência tivemos que aguentar até os 43 minutos do segundo tempo. Acorda, Palmeiras!

O JOGO
Pode parecer que eu estou exagerando, mas o fato é que o Palmeiras teve domínio do jogo desde o primeiro minuto. O Ventinho simplesmente entrou perdido em campo e, após o pênalti e a expulsão, ficou ainda mais. Foi então que começou a nossa mania de complicar jogos fáceis: Robert inventou uma paradinha ridícula e recuou para o goleiro aos 15 minutos. Coma quele gol, os outros 75 minutos seriam meramente figurativos. Mas não…

E pra completar, o fato de termos perdido a cobrança não influenciou na equipe. O Atlético continuou apagado e o Verdão com a posse de bola. Foi aí que aparecer o problema dois: ninguém chuta. Assistimos a um festival de passes de lado e tabelas, mas ninguém chutava a gol. E quem não chuta, é sabido, não faz.

Em bem da verdade, o jogo todo foi assim. A impressão era que qualquer ataque do Palmeiras poderia terminar em gol, enquanto que nostra zaga afastava todos os problemas – Danilo, Léo e Edinho estavam perfeitos nas antecipações. Só que aí o palhaço do juiz apareceu e sofremos o gol de pênalti.

Graças a San Genaro, Marcio Araujo fez outra grande jogada pela direita e cruzou pra Lincoln empatar e matar a partida. Classificação assegurada, cabeça nas quartas.

O MELHOR
Apesar de eu criticar o fato dele jogar na lateral (prefiro ele de segundo volante), Marcio Araújo jogou o fino ontem.

O PIOR
De novo, de novo e de novo: quando Diego Souza vai acordar?!

ARBITRAGEM LUNÁTICA
Exceto pela expulsão do jogador do Ventinho, o juiz errou tudo. Deu faltas onde não houve, inventou cartões amarelos para os dois lados e, claro, assinalou um pênalti ridículo a favor do time da casa. Espero que esse tal Gutemberg não apite nunca mais uma partida do Verdão!

KOJAC PERFEITO
Para quem tem a impressão de que Antonio Carlos é retranqueiro, sua atuação nesta quarta foi simplesmente perfeita. Colocou o time pra frente, tentou empurrar o Atlético e só nã conseguiu porque os jogadores não coperaram.

CAMPANHA DIEGO NO BANCO
Eu já disse mil vezes que acho Diego Souza o melhor jogador de linha do Palestra. Ele é forte, cabeceia e chuta bem, sabe driblar e etc. O problema dele é um só: vontade. Ontem, assim como tem sido comum em 2010, ele foi um verdadeiro funcionário público, tocando de lado e andando até o jogo acabar. Para mim, não dá mais.

Escalem o Ewerthon no ataque e coloquem o Diego no banco.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Não foi uma vitória com “V” maiúsculo, Palestrinos.

Mas, considerando o atual momento, o 1 a 0 de ontem sobre o Paysandu no Palestra Itália é mais do que bem recebido. E o mais importante foi ver e ouvir os pouco mais de 7 mil presentes embalando a equipe durante toda a partida. Como eu disse em outro post, se é pra ir ao jogo, que vá para apoiar.

O JOGO
Mesmo atabalhoado e errando os tradicionais passes no meio, o Palmeiras foi melhor desde o início. Tentou, correu, brigou e foi criando algumas boas chances. Bruno Paulo, o estreante da noite, pegava a bola e ia pra cima com certa freqüência, fazendo a torcida ter uma vaga esperança de ainda ter um jogador driblador na equipe.

Só na primeira etapa, foram chances com Armero, Ivo e o próprio Bruno Paulo – todas sem sucesso. Pra melhorar, o péssimo árbitro de ontem deixou de marcar uma cortada de vôlei do zagueiro do Paysandu dentro da área e nos impediu de abrir o marcador de pênalti.

Mas aos 15′ da segunda etapa, após perder chances e mais chances lá na frente, Robert recebeu um cruzamento perfeito de Pablito Armero e meteu a cabeça na bola. O mais curioso foi que o lance começou em um chute de Diego Souza que tinha o endereço do gol e bateu nas costas de B. Paulo, sobrando pra Armerito cruzar.

Enfim, resultado feito, 1 a 0 no placar e torcida em paz.

O MELHOR
Robert fez um gol e perdeu outros, merece o destaque pela garra.

O PIOR
Ninguém foi tão mal assim e eu acho maldade crucificar Marcio Araújo, que é volante e não lateral-direito. Hoje ficamos sem pior em campo. 

REFORÇO
Parece que Ernesto Farías pode finalmente chegar ao Verdão. O Porto já aceita negociá-lo, o Palmeiras precisa de atacante e, salvo engano, acho que será um bom negócio. Me lembro dele na época de River e ele era bastante brigador.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

pierre_elenco2

Terça-feira, em italiano, é Martedì. E hoje, palestrinos, hoje a terça-feira é toda do Verdão!

Mais uma vez o segundo dia útil da semana vai ser decisivo para nós. Mais uma vez o cenário será a Ilha do Retiro. E mais uma vez sairemos de lá com um triunfo.

Quem viu aquela vitória por 2 a 0 sabe: a Sociedade Esportiva Palmeiras não treme.

Além do mais, não acredito que o Palmeiras vá ficar recuado, esperando o Sport pressionar. Creio que vamos aguentar aquela pressão dos 15 minutos iniciais e, a partir daí, começar os contra-golpes. Lembrem-se: quanto mais o tempo passa, mais cresce o desespero deles e mais acaba a paciência da torcida.

A vantagem é toda nossa!

Não bastasse tudo isso, tem o fator “gol fora de casa”. Se fizermos um, só podemos ser desclassificados tomando três. Convenhamos: com a defesa invicta na Libertadores faz 3 jogos e com Marcão no gol, vocês apostariam nisso?

Eu aposto, sim, é em São Marcos, Wendel, Maurício Ramos, Danilo, Marcão, Armero, Pierre, Diego Souza, Cleiton Xavier, Willians, Keirrison, Souza, Mozart, Ortigoza, Luxemburgo…

Eu aposto no Palestra. É hoje!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

globo_nao

E quando eu penso que só a CBF que é uma zona, a Comenbol aparece para desmentir meus pensamentos. O jogo da volta das oitavas-de-final da  Libertadores, , que estava marcado para a próxima terça, foi modificado.

Ixpórt x Palmeiras será na quarta, 13/05, às 22h.

E o motivo da mudança tem nome e sobrenome (pra variar): TV Globo. Ao saber que o timinho da Marginal sem nº irá jogar o primeiro jogo das quartas-de-final da Copa do Brasil aqui em São Paulo, certamente pediu pela mudança.

Ou seja, não mudaram por nenhum motivo esportivo. Só por interesses econômicos mesmo. Ê, casa da mão Joana…

Vai, Palestra, vai que é quarta-feira!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

palmeiras-libertadores-1999

Lembram de 1999? Claro que lembram.

99, o ano em que conquistamos a América, foi inesquecível. E agora, 10 anos depois, estamos mais uma vez na briga pelo bi. E estamos na briga com uma coincidência bastante interessante.

Naquela Libertadores, enfrentamos o Curintia tanto na 1a quanto na 2a fase. Agora a história se repete e se repete com o Ixpórt. Nas duas próximas terças-feiras iremos jogar por uma vaga nas quartas diante da equipe de Nelsinho Baptista.

Já ganhamos lá no melhor jogo do ano. E também empatamos aqui, em um dos mais fracos.

Seja como for, uma coisa é certa: time nós temos. Se repertirmos a vontade das últimas partidas, atropelaremos as leoas de Recife. Vamos, Verdão!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »