Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘planejamento’

Esse foi o vídeo lançado hoje pelo Palmeiras, Palestrinos.

É inquestionavelmente lindo, assim como é inquestionável e linda a nostra história de glórias. Mas o que mais me preocupa aqui é justamente o que mais nos encanta no vídeo: perceber que o tempo está passando e que o nosso amado clube está ficando desbotado.

Sim, fomos arrasadores nas décadas de 60 e 70, quando tínhamos grandes equipes e uma diretoria amadora – assim como eram todas a época. Já na década de 90, contamos com uma ama de leite para nos co-gerir e reerguer da combalida década anterior, voltando a conquistar o país. Hoje, no entanto, voltamos a ter o amadorismo da década de 60, com a diferença de que o futebol mudou muito.

E quando digo que o futebol mudou, não me refiro apenas ao tal aclamado marketing. Em bem da verdade, o departamento de marketing dos clubes cresceu em tamanho e importância, mas não foi só isso. Os clubes investiram mais em profissionais e em tecnologia, entenderam que, para a bola rolar redonda em campo, tem que haver trabalho fora dele.

Que fique claro que isso tudo não se trata de falar em negócios, lucro e balancetes. É simplesmente entender a sua grandeza e colocar o comando do clube nas mãos de pessoas competentes e corajosas. Enquanto lidamos com Frizzos, Tirones, Contursis e Piracis, nostros rivais buscaram pessoas que também amam seus clubes, contudo possuem conhecimento.

Cá estamos nós a beira de mais uma eleição e a perspectiva permanece baixa. Os votos mais uma vez serão dados pelos mesmos coroneis que os dão há décadas e nós só podemos rezar. Sim, podemos dar sorte e ver surgir um novo líder na última eleição fechada para sócios em nostra história. Mas a perspectiva é justificadamente baixa.

Até porque já começaram as desculpas esfarrapadas de sempre: não temos dinheiro, não temos apelo, não temos quem nos queira. Cazzo, se um atleta profissional não quer jogar em um time com a grandeza do Palmeiras, é pura incompetência de nostros diretores! Temos patrocinadores fortes, temos 15 milhões de apaixonados, temos força.

A verdade é que ou o Palmeiras acorda fora de campo ou vamos ter que dar replay infinito neste vídeo para mostrar ao nostros filhos, netos e bisnetos que o time deles, a Sociedade Esportiva Palmeiras, um dia já esteve no topo.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »

A pausa do Brasileirão faz pensar, Palestrinos.

Claro que quase todas as atenções do mundo estão voltadas para a Copa do Mundo, mas é impossível esquecer o nostro Verdão e o que está acontecendo nele. Chegou Kléber, voltou a FIAT, o Palestra já está em reforma, fala-se em Felipão, Valdivia e Ricardo Oliveira, mas… sabemos que nostra ferida é mais profunda.

E é praticamente conscenso que o nostro maior câncer é a própria desorganização da nostra diretoria. Vocês sabem disso. Quando o sapo gordo foi expulso do poder e Della Monica chegou – sendo sucedido por Belluzzo – parecia que isso iria terminar. Mas já vimos que, infelizmente, esta não é verdade.

Ainda somos regidos por velhos (em idade ou mentalidade) que só pensam em seus umbigos e fazem uma guerra sem fim entre situação e oposição. Ainda que isso custe tudo, inclusive atrasar o progresso do clube.

E foi lendo o livro “A Bola Não Entra Por Acaso” que percebi que existem muitas mudanças a se fazer. Mas a principal delas é a de mentalidade (e, consequentemente, de estrutura). Ferran Soriano, o autor da obra, foi um dos grandes responsáveis pela revitalização do Barcelona no ano de 2003 – quando o Barça tinha uma dívida gigante, perdia quase tudo para o Real e estava em baixa – e conta boas histórias.

Em suma, o que eles fizeram de mais importante foi tratar o clube como um negócio sério. Não estou falando de vender o time (como fazem na Inglaterra), nem de achar que um clube de futebol é uma empresa (afinal ele não é feito pra lucrar, mas sim para ganhar e gastar o que ganha em melhorias, num ciclo natural), porém de tratá-lo com a seriedade necessária.

No Palmeiras tudo é muito amador. Parece que diretores, apesar de remunerados, tratam o Verdão como um serviço beneficente feito por paixão, quase um hobby. E não tem que ser assim. Não pode ser assim. É preciso pessoas preparadas e qualificadas, independente de serem palmeirenses ou não. Quem vive só de amor ao clube somos nós, não os profissionais pagos por nós.

Enquanto pegarem ex-jogadores para gerirem tudo porque têm “vivência no futebol” e italianos que só estão lá porque são torcedores, a coisa não anda. É difícil engrenar no achismo, no chute, no amadorismo. É necessário uma equipe que trabalhe por e pelo Palmeiras integralmente.

É preciso ver maneiras de quitar gradualmente nostra dívida (o Barcelona não quitou até hoje, mas diminuiu radicalmente, principalmente com gastos tolos), é necessário investir com inteligência na base (porque você investe em 100 garotos pra achar um Messi), ter um planejamento de elenco (com perfil de jogadores, não apenas pensando neles como máquinas de jogar), etc.

Eu sei que não estamos na Espanha, mas ler este livro só me faz ver o quão amadores somos. E é possível melhorar, basta querer.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

belluzzo_21

Não, caros palestrinos, este post não tem a intenção de ser uma previsão alarmista estilo Mãe Dinah. Mas vou falar agora pra gente se ligar e não sofrer depois: é bom o Palmeiras se preparar adequadamente pro 2º semestre.

E para justificar melhor, aí vão os fatos:

  • Laterais: só temos um lateral de verdade na equipe, que é o Pablito Armero. Fora ele, que serve a seleção colombiana com frequência, nos resta Capixaba, Wendel e Jefferson… precisa mesmo pedir por reforços?
  • Diego Souza: o nosso camisa 7 tem sido o melhor jogador da equipe no ano, mas depois do jogo de sábado ficará um bom tempo suspenso no Brasileirão. Sejamos sinceros: o Evandro é nulo e o Luxa não aposta no Deyvid- é preciso se reforçar.
  • K9: o meio do ano vai chegar e dizem que o garoto está sendo negociado. Nem Lenny, nem Ortigoza e nem Marquinhos são referência no ataque.
  • Lesões: Edmílson, Sandro Silva, Willians… e a lista pode crescer conforme os campeonatos afunilam. É preciso ter reposição.

Enfim, eu sei que o mercado não está bom pra ninguém, ainda mais para cofres brasileiros, mas é preciso procurar atletas que se encaixem no perfil procurado. Falem com a Traffic, coloquem os olheiros pra trabalhar, sei lá.

O Goiás tem 2 grandes laterais, o Santo André conta com um cover do Cicinho em sua direita que também é bom, o Mirassol conta com um meia chamado Éder que é ótimo, o Vasco tem um tal de Élton no ataque, o Barueri tem bons jogadores, o Coritiba está com bons zagueiros novamente… é só ficar de olho nas oportunidades.

Belluzzo, economista notável que é, precisa transformar nossa Sociedade Esportiva Palmeiras também em Sociedade Esportiva Planejamento.

ROJAS.

Read Full Post »