Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘raça’

É com a frase que estampa o título acima que, todos os sábados, meu time de várzea entra em campo em um conhecido society da Pompéia. O motivo, até bastante óbvio, é nos convencer de que, por melhor que seja o adversário, ele vai ter que suar sangue para ganhar da gente. E parece que, sem tirar nem por uma só vírgula, esse também tem sido o lema deste Palmeiras.

Limitados, defasados e desfalcados, os comandados de Kleina entenderam de uma vez por todas que ou eles correm e dão a vida em cada bola ou o nostro futuro será pior do que podemos imaginar. O que se viu nos dois últimos jogos da Libertadores – com o belo triunfo sobre a Ponte, em Campinha, no meio – é daqueles momentos de se guardar para sempre na memória. (e aqui não cabe nenhum exagero: estamos mesmo vivendo algo histórico!)

Em cada pique que o Vinícius deu, estávamos com ele.
Em cada carrinho que Marcelo Oliveira deu, estávamos com ele.
Em cada bola de cabeça afastada por Maurício Ramos, estávamos com ele.
E quando Charles deu aquele bico de esquerda, estávamos demais com ele.

O Palmeiras, hoje, é uma torcida que tem um time. E isso ficou tão claro ontem que chega a ser emocionante. Éramos 35 mil nas arquibancadas, levando e elevando aqueles 14 que envergaram o manto alviverde dentro de campo. Uma comunhão, misturada com compaixão, que me fez cair exausto ao apito final. Gritei, cantei, pulei, chorei… a noite do dia 11/04/2013 já está na minha memória para sempre.

E que assim continuemos: humildes, raçudos, apaixonados e focados. Em assim sendo, seja quem for que estiver do outro lado, vai ter que correr MUITO pra ganhar da gente.

“Vamos Verdão, com muita raça e com vontade, faz vibrar meu coração
Vai sacudir essa cidade, meu Palestra Campeão!”

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »

Que daqui a 2 horas, os jogadores entrem em campo com esta vontade.

(via Érico Ozzetti, o Velho Urso)

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

1011521

Bate no peito, Diego, que aqui e Palestra!!!

Ao contrário de alguns torcedores de times sem história – especialmente aquele do Jd. Leonor -, o verdadeiro palmeirense não se esconde quando a situação se mostra adversa. O amor que o palestrino tem pelo seu clube transcende qualquer sentimento e não está relacionado apenas a vitórias. Se fosse possível, nós seríamos ainda mais palmeirenses após uma derrota como a de hoje . Nosso amor é incondicional e ninguém tira isso da gente.

Ainda sobre hoje, é necessário destacar a raça e o caráter de um jogador: Diego Souza. Os acéfalos do Sportv certamente não sabem o que é ter alma. Exigem dos jogadores uma postura “profissional” e são contra qualquer tipo de reação espontânea. Para eles, é um absurdo um jogador querer sair na porrada com um adversário “só” por causa de uma embaixadinha. Como se palavras e atitudes também não ofendessem…

Hoje – assim como no ano passado, contra o São Paulo – o Diego Souza foi expulso injustamente. Logo que entrou em campo, o Domingos foi pra cima dele e o peitou. Antes que o nosso craque pudesse fazer qualquer coisa, o árbitro mal caráter o expulsou de campo. Não é necessário reforçar que o Diego é um dos únicos que vêm honrando a nossa camisa e a nossa história.  E foi por isso (também…) que nós perdemos a vaga para o time pequeno da baixada. Sim, pequeno! Um time que tem um capitão como o Fábio Costa não pode ser respeitado.

Também não escondo que estou puto por ter sido eliminado do Paulistão. Ao contrário delas e de suas torcedoras modinhas, eu não acho que o nosso campeonato regional mereça o sufixo “inha” só porque fomos eliminados.

Sim, o post é confuso e cheio de idéias misturadas. Mas é assim que a minha cabeça está agora. Na terça que vem, nós teremos outra batalha pela frente e eu estarei lá. Portanto, jogadores, tratem de honrar essa camisa.  Façam como o Pierre, o Marcos e o Diego Souza: não se escondam! Lutem! Honrem esse amor!

Mais uma coisa: obrigado, Diego Souza! Novamente, você provou que é um gigante e que não tem medo de defender o seu clube como puder. Nos dias de hoje, isso é raro. Se o Kléber ainda vestisse a nossa camisa 30, você não teria enfrentado os santistas sozinho na batalha de hoje. Como você mesmo disse, todos puderam ver como o Domingos é só um covardezinho de merda.

Ainda em tempo: acorda, Keirrison!!! Se você já está com a cabeça na Europa, vá embora!

Siamo Palestra!!!

Elton Reale

Read Full Post »