Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘retranca’

Uma semana se passou, Palestrinos.

E o fraco início do Brasileirão ainda não desceu pela minha garganta. Nos últimos dias, então, sem jogos e lendo notícias vazias imprensa afora, a coisa só piorou. Foi especulação sobre contratações (vá de retro, Ronaldinho!), especulações sobre a Arena, especulações sobre Tirone, especulações tudo.

Dentre elas, a que mais me intrigou foi a que dizia que a base do Palmeiras está treinando à imagem e semelhança da equipe principal. Especulação que eu espero, de coração alviverde, ser mentira.

Não que a mostra base seja um exemplo, longe disso!, mas os resultados recentes mostram alguma evolução no trabalho. Conquistamos títulos no sub-15 e sub-17, temos três atletas na Seleção Brasileira e as coisas parecem estar se acertando. Exatamente por isso que seria um erro copiar o sistema de jogo do time de Felipão.

O 4-3-2-1 que jogamos hoje é o retrato do medo. Laterais que avançam pouco, volantes que não atacam nem defendem, jogadores abertos – e perdidos – nas pontas, um meia sobrecarregado, um atacante isolado… Em resumo, está quase tudo errado. Isso não pode, nem deve, ser levado como um sistema.

No entanto, o fato é que a mostra diretoria entende bem menos de futebol que Felipão. E que querem Felipão na linha de frente para ficar tomando todas as pancadas no lugar deles, óbvio. Infelizmente, tudo é possível no Reino de Palestra Itália… E isso vem me dando medo.

O mesmo medo que o Palmeiras demonstra dentro de campo.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Sufoco desnecessário hein, Palestrinos?

Jogando em casa, diante do fraco XV de Piracicaba, não existem desculpas para sofrer o tanto que sofremos para sair com a vitória. E embora muitos falem do início da temporada, dos titulares poupados e da estreias promovidas, a verdade é uma só: sofremos por pura covardia do nostro treinador.

Ou existe algo que justifique deixar o time com QUATRO VOLANTES em campo? Não tivemos jogadores expulsos, não estávamos jogando diante do Barcelona, nem foi falta de opções no banco… Ontem Felipão errou e errou feio.

Já disse que aqui mais de mil vezes que gosto demais do trabalho do nostro comandante, mas, assim como havia escrito na semana passada, está mais do que na hora dele colocar o Palmeiras para jogar como Palmeiras. Uma coisa é enfrentar um time rápido como o do Santos com três volantes e dando liberdade ao meia de ligação; outra, completamente diferente, é recuar o time em casa diante de um adversário pra lá de limitado.

Estamos cansados de saber que não temos o melhor elenco, mas também está claro que não temos o pior. Está na hora de atacar, de sermos agudos, de impormos respeito. Que se use a velocidade dos nossos laterais para subir, a técnica de nossos meias para lançar, a velocidade e oportunismo dos atacantes para definir!

Não sou aqui um romântico lunático que quer ver o Verdão em campo sem volantes. Tenho consciência de que não temos Xavi, Iniesta e Messi para jogar. No entanto, já deu no saco ver Scolari botar o time para frente só quando estamos perdendo. A frustração da massa ontem, ao ver Barcos entrar aos 25 minutos do segundo tempo e ficar totalmente isolado, mostrou isso.

Por isso, a frase que dá nome a este post e que ficou famosa pela boca do ultrapassado Luxemburgo, nunca fez tanto sentido para nós.

DEOLA TEM CRÉDITO
Apenas uma observação: Deola falhou ontem, sim, nos dois gols. Mas ele já havia feito diversas boas defesas antes das falhas, vem agarrando demais e tem crédito para continuar na posição. Todos têm dias ruins, o do nostro arqueiro foi ontem. Bom que pudemos ganhar mesmo assim!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »