Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘tv’

Saiu ontem o calendário das transmissões televisivas do Brasileirão, Palestrinos.

E uma rápida passada de olhos pela tabela nos revela uma realidade ultrajante: em 38 rodadas, o Palmeiras tem apenas 4 jogos previstos para passar em TV aberta. Ou seja, a Globo nos preteriu. O cenário não poderia ser pior para torcedores de fora da capital (e isso inclui os que moram fora do país) e ainda mais para aqueles que não tem acesso a TV a cabo.

No entanto, antes de começarmos a jogar pedras e amaldiçoar a toda poderosa não só da comunicação, mas como de todo o futebol brasileiro, entendamos o caso.

A grade de qualquer canal de TV é definida pela audiência. Quanto mais audiência um programa dá, mais tempo ele fica no ar, mais patrocinadores têm e etc. No futebol, a Globo faz esse acompanhamento por time e, em São paulo, hoje, somos a 3a audiência. As médias de nostras 12 partidas do Campeonato Brasileiro do ano passado foi tida como baixa e, por isso, houve o corte na transmissão.

Ao mesmo tempo, temos apenas a 5a colocação no ranking de vendas de pay per view. Ou seja, a Globo deixa de ganhar a nostra audiência na TV aberta, mas automaticamente vislumbra um aumento na TV paga. Eles ganham de qualquer maneira! E, se não me engano, isso se chama monopólio…

Enfim, a verdade é que o domínio global é tão grande em nostro país que nós, torcedores, jamais teremos como combater este problema. Não adianta fazer boicote. Para o Palmeiras estar mais presente em horário nobre, só uma coisa funciona: bom futebol.

Ou você acha que o Ibope dos jogos do Verdão não aumentou com os gols de Barcos? Ou você pensa que os diretores da Globo não pagaram um pau pros 6 a 2 enfiados no Botafoguinho? Se o Palmeiras mantiver a boa fase, esses 4 jogos podem virar 10 em questão de semanas. E eu, humildemente, acredito nisso.

Vamos, Palmeiras! Chegou a hora de calar os poderosos da TV, a crítica desconfiada e aqueles que diminuem o maior campão do século XX.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »

Não sou dos torcedores mais xiitas, Palestrinos.

Apesar de palmeirense fervoroso e amante incondicional do futebol, não sou do tipo que sai por aí gritando, brigando ou sendo irredutível a qualquer inovação. Pelo contrário, até: acho que a modernidade e as novas ideias são muito bem-vindas no nostro amado esporte.

Gosto dos telões no estádios, da lei do impedimento, do recuo recebido com os pés, do tempo de reposição de bola, do cartão para a simulação… gosto do futebol e das suas regras. O problema são aquelas coisas que foram surgindo com o tempo para estragar o esporte. E uma delas é o tal “João Sorrisão”.

Tudo começou há alguns anos, quando a sempre estúpida FIFA instituiu que todo jogador que tirasse a camisa, subisse na grade ou tivesse qualquer reação espontânea recebesse o cartão amarelo. A camisa, vá lá, eu entendo: os caras estavam com mensagens racistas, religiosas e afins; mas proibir a explosão do gol é bizarro demais.

Quando o atleta balança as redes, ele deve poder fazer o que quiser: tirar a camisa, pular a grade, gritar, pular, provocar, colocar máscara, rodar a camisa acima da cabeça… qualquer coisa que queira, exceto, vá lá, chutar a cabeça do goleiro adversário (salvo raras exceções).

Por isso esse câncer chamado “João Sorrisão”, é, na verdade, uma antítese da emoção. É pensado, programado, feito sob encomenda para a televisão. Algo criado pela toda poderosa do mundo televisivo para adestrar o momento máximo do jogo. Isso, essa coreografia escrota, é o anti-futebol.

Quando você estiver no estádio e ver isso, pode xingar o infeliz. Ainda que ele seja do nostro amado alviverde.

MORTE AO JOÃO SORRISÃO!!!

Não fode, Luan.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

 

Mas que confusão dos diabos, Palestrinos!

De um dia pro outro o noticiário esportivo foi tomado de assalto pelo tal “racha do Clube dos 13”. E em meio a notícias, boatos, gambás e urubus, você, assim como eu, deve estar se perguntando onde o nostro Palmeiras fica no meio disso tudo.

Pois bem, vamos por partes…

O CLUBE DOS 13
Formado pelas vinte maiores agremiações do país (entre elas todos os 18 campeões brasileiros), o Clube dos 13 foi uma forma de os clubes se protegerem dos mandos e desmandos da CBF. Em 2000, inclusive, o campeonato nacional – falecida “Copa João Havelange” – foi organizada pela esta entidade.

Outra obrigação da entidade é negociar os direitos de transmissão do Brasileirão. E desde sua fundação, é ela quem negocia junto à CBF/Globo.

PRIMEIRAS RUSGAS
Organizados para fugir do monopólio idealizado pelo eterno Ricardo Teixeira, os clubes perceberam que haviam construído outro tirano: Fábio Koff. Presidente da entidade, o gaúcho criou rusgas com vários dos clubes graças às suas decisões e, em 2007, houve a primeira rebelião (Atlético/MG, Botafogo, Cruzeiro e São Paulo entre eles) contra a entidade.

O TAL DIREITO DE TRANSMISSÃO
Segundo a legislação brasileira, só se pode transmitir um jogo entre duas equipes, se as mesmas estiverem de acordo com o contrato fixado junto ao canal que o exibirá.

Como o Campeonato Brasileiro é organizado pela CBF, sendo um produto da mesma, o Clube dos 13 tem como missão negociar com maior força junto a Confederação, buscando mais dinheiro e oportunidades. A TV Globo sempre foi a detentora dos direitos, mas, nos últimos anos, outras emissoras estão cobiçando a competição com quantias maiores.

COMO FUNCIONA A DIVISÃO HOJE
Até o final deste ano, a Globo tem um contrato firmado em R$250 milhões anuais. Destes, Flamengo, Corinthians, São Paulo, Vasco e Palmeiras levam a maior fatia (igualitária entre eles), que vai sendo repartida em menores valores pelas demais quinze equipes.

O RACHA
O contrato de transmissão do Brasileiro é renovado a cada 3 anos e qualquer emissora pode se candidatar a comprar o evento para retransmití-lo, contanto que preencham alguns pré-requisitos. E como já faz alguns anos que a Record oferece mais dinheiro que a Globo, começou uma briga de poder.

A CBF, que é parceira eterna, defende os direitos globais. O Clube dos 13 parece disposto a ir atrás da maior proposta. E foi aí que os clubes entraram em rota de colisão.

O XIS DA QUESTÃO
Detentores das maiores torcidas do país, Flamengo e Corinthians defendem negociação individual junto à Globo (que, segundo eles, tem mais experiência e qualidade). Por isso saíram do Clube dos 13 e levaram junto com eles, no mínimo, Botafogo, Fluminense e Vasco (Vitória, Coritiba, Goiás, Cruzeiro e talvez o Santos também estejam nesse barco).

O problema é que, se for assim, metade dos clubes podem fechar com a Globo e a outra metade – chamemos de “Clube dos 10” – com a Record. E se não houver comum acordo entre as emissoras quando o Palmeiras enfrentar o Curintia, por exemplo, o jogo pode simplesmente não ser transmitido pra lugar nenhum.

E O PALMEIRAS, CAZZO?!
Apesar do nostro presidente ainda não ter anunciado nada, entende-se que o Verdão se mantém firme com o Clube dos 13. Repito: entende-se, porque certeza não há de nada. Prós e contras existem nas duas propostas.

Aguardemos cenas dos próximos capítulos.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

palmeiras

Semana decisiva é cheia de notícias, palestrinos. Por isso vamos fazer uma geral no que está acontecendo pro jogo de amanhã, diante do Coxa Fraca, em Curitiba.

DESFALQUES
São 3 suspensos e “o” lesionado. Wendel, Edmílson e Diego Souza levaram o terceiro cartão e estão fora; já São Marcos, nostro capitão, sentiu mesmo uma entorse no pé esquerdo e ficará de fora.

Acredito que Sandro Silva jogará na ala, com Marcão fazendo o 3º zagueiro. No lugar de Diego, deve pintar uma dupla Ortigoza e Obina – com Deyvid Sacconi e Lovinho correndo por fora.

PATROCÍNIO NO CALÇÃO
Já se falou em Cosan e Lupo, mas o nome da vez para estampar sua marca no calção do Verdão é a Unimed. Parece que a proposta é melhor e não desagrada a principal patrocinadora, a Samsung. Que assim seja!

O CASO DAVID
O caso do zagueiro (agora no Flamengo) será julgado sexta. O Palmeiras diz que ele pegou o dinheiro das luvas, assinou pré-contrato e se mandou pra Grécia; já o advogado do atleta defende que o contrato era ilegal – vulgo “de gaveta”.

Eu sei lá em quem dá pra acreditar mais neste cazzo…

SÓ LOVE, SÓ LOVE
Belluzzo afirmou que depois da primeira conversa com Vágner Love, quando o atacante prometeu resolver sozinho sua saída por empréstimo do CSKA, não mais falou com o atleta.

Parece mesmo que não vai rolar.

NA (SPOR)TV
Como a Globo irá televisionar o jogo dos gambás amanhã, é provável que Palmeiras x Coxinhas deva ser transmitido apenas pelo SporTV – ou, na melhor das hipóteses, pela TV Bandeirantes. Fique de olho!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

globo_nao

E quando eu penso que só a CBF que é uma zona, a Comenbol aparece para desmentir meus pensamentos. O jogo da volta das oitavas-de-final da  Libertadores, , que estava marcado para a próxima terça, foi modificado.

Ixpórt x Palmeiras será na quarta, 13/05, às 22h.

E o motivo da mudança tem nome e sobrenome (pra variar): TV Globo. Ao saber que o timinho da Marginal sem nº irá jogar o primeiro jogo das quartas-de-final da Copa do Brasil aqui em São Paulo, certamente pediu pela mudança.

Ou seja, não mudaram por nenhum motivo esportivo. Só por interesses econômicos mesmo. Ê, casa da mão Joana…

Vai, Palestra, vai que é quarta-feira!

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »