Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘vitor’

 

Outro show de horrores, Palestrinos…

E, ao menos no mundo do futebol, o nostroo potencial deputado Tiririca não tem razão. Em mais uma atuação patética jogando em casa, o Verdão mostrou que o ruim sempre pode piorar. Com muita correria e ainda muito mais erros, Palmeiras e Vasco ficaram em um merecidíssimo zero a zero e quase conseguiram igualar a qualidade do jogo do 1º turno em São Januário.

O JOGO
Marcando a nostra saída de bola e tendo espaço para criar, o Vasco começou melhor o jogo e chegava com perigo pelas laterais. Enquanto Éder Luis deixava Vítor na saudade toda hora, Fágner atormentava Rivaldo. Para a nostra sorte, Maurício Ramos e Danilo estavam muito bem pelo alto e o jogo foi esfriando.

Foi aí que começou um festival de chutões pra frente que daria vergonha até em time de Série D. Mesmo em perigosos lances de bola parada, os times conseguiam chutar na barreira ou fazer jogadas tão mal ensaiadas que davam desgosto nas duas torcidas.

No segundo tempo, com Valdívia em campo, parecia que o Palmeiras iria conseguir recuperar o jogo no meio-de-campo. Mas em uma jornada onde o próprio Kléber errou mais que de costume, não dava pra esperar muito. E, exceto por uma tabela entre Ewerthon e o ‘Mago’ que quase resultou em gol, tivemos que ver um jogo modorrento.

É o 11º empate em 21 jogos. E só está ficando pior.

O MELHOR E O PIOR
Pela raça e precisão nos desarmes, gostei da atuação de Maurício Ramos.
E por mais um jogo extremamente fraco, Vítor fica com o pior.

‘TIME SEM VERGONHA’
Ao final do jogo, foi este o coro que se ouviu no Pacaembú. Felipão reconheceu a atuação fraca, mas rebateu a torcida dizendo que o grupo tem vergonha sim e tem consciência de que está jogando mal.

Eu, pessoalmente, não estou 100% com nenhuma das opiniões. Mas, se for tomar um partido, acho que a torcida tem muito mais razão do que Scolari. A julgar pelo nível das apresentações até aqui, se este time tem vergonha na cara, não tem futebol nenhum pra mostrar.

E AGORA?
Agora tem o Grêmio no Olímpico e os bâmbis no Pacaembú. E, sinceramente, nem sei mais o que esperar…

Siamo Palestra!

ROJAS.

Anúncios

Read Full Post »

Vamos a atualização da semana, Palestrinos.

Afinal de contas, em semana onde só se treina, as notícias ficam jogadas aqui e ali. É bom juntar tudo e conferir o que está acontecendo no Reino de Palestra Itália.

VITOR
Negociação 100% fechada com o lateral-direito do Goiás. Ele chega de imediato (apesar de não poder jogar nem Paulistão nem Copa do Brasil), enquanto que Wendel William, Sacconi e Lovinho estão de malas prontas para uma temporada em Goiânia. Wendel é o único que não vai agora, o que é sensato. Boa notícia!

Eis a novidade: no final das contas, William pegou a vaga de Wendel. Agora entendi menos ainda a troca, porque natural seria trocar William por Sacconi. Será que a intenção é ter mais um volante ou 4 laterais?

BELLUZZO
Nostro presidente decepcionante teve seu gancho diminuído pelo fanfarrão STJD e poderá voltar aos trabalhos oficialmente no final do mês. Sinceramente, não faz diferença nenhuma (visto que ele continuava trabalhando normalmente).

EWERTHON
O atacante vai estreiar domingão, no clássico diante dos lambaris. Ou entrará logo na vaga de Lenny, sendo titular, ou ficará como opção para o segundo tempo – o que, hoje, me parece com mais chances de acontecer.

DANILO
Nostro zagueirão também foi aliviado de pena por um absurdo julgamento do STJD – ainda sobre aquele cartão amarelo sofrido diante da gambazada, no Brasileiro do ano passado. Ótima notícia e senso de justiça.

E, no mais, é isso e nada mais. Domingão tem jogo complicado na Arena Havaianas, o time estará completo e estou confiante de um bom jogo para nostra equipe. É marcar, marcar e contra atacar.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

Eis a equação do momento, Palestrinos.

Com a diretoria do Goiás afirmando que o negócio já está 100% fechado e com uma semana livre de jogo até o clássico diante do Santos, o assunto da vez é a contratação do lateral-direito esmeraldino.

Bom, pra começar, Vitor realmente é muito bom jogador. Forte, bate bem na bola, vai pra cima e já faz algum tempo tem sido destaque de Campeonatos Brasileiros. No entanto, a questão não é essa; a polêmica fica por conta da negociação.

Segundo tem sido veiculado, o Palmeiras investiria R$600 mil – mais o empréstimo dos três atletas já citados no título até o final do ano – por 65% do passe do atleta (os outros 35% são de empresários). No entanto, vale considerar alguns pontos…

Por exemplo, sobre quem vai. Com Vitor na equipe e Eduardo no banco (a esquerda fica com Armero e Gabriel Silva), Wendel realmente poderia ser emprestado sem maiores traumas. Quanto a Daniel Lovinho (que precisa mesmo ganhar experiência), o “substituto” seria Ewerthon – o que também acho justo. No caso de Sacconi (e este não sei se concordaria em liberar principalmente pela janela do meio do ano, que pode levar Cx10 ou Diego), Lincoln seria o meia a tomar sua vaga.

Outro ponto a ser estudado é o “passe” de Vitor. Em dezembro, o lateral ficaria livre do Goiás – o que, em tese, permitiria ao Verdão contratá-lo em julho. No entanto, sem comprá-lo existiria o risco de algum clube europeu fazer proposta salarial melhor e levá-lo.

Na minha opinião, o negócio é bom. E na sua?

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

 

Dio mio, Palestrinos!

Fazendo minhas as palavras do meu irmão, “este time ainda me mata do coração”. E vou além: desse jeito, este time ainda me mata de raiva. Como pode sofrer tanto para vencer o lanterna do campeonato, com a 2ª pior defesa e o 2º pior ataque?! Por San Genaro… seja como for, valeu pela raça e pelo talento dele, Cleiton Xavier.

O JOGO
O Verdão começou “bem”, ao menos pressionando o lanterna do Paulistão. E, apesar dos muitos erros de passe, chegou ao gol em belo contra ataque, quando Lenny foi pra cima (o que deveria fazer sempre) e chutou cruzado. A partir daí, no entanto, bateu aquele “vamos matar o jogo” e o empate veio num contra ataque rápido do Sertãozinho.

E mal começou o segundo tempo, veio a virada: Marcos soltou uma bola razoavelmente fácil e, na seqüência, acabou cometendo pênalti. Ricardo Lopes bateu e converteu. A partir daí, Antônio Carlos olhou para nostro maravilhoso banco e ousou: tirou Wendel e colocou Ivo na esquerda (Eduardo rendeu bem na direita), tirou Sacconi para a entrada de William e depois Daniel na vaga do cansado Lenny.

Foi quando começou uma pressão incessante. Que, na base do chutão, virou uma virada suada. Aos 40′, em lance taticamente bizarro, o zagueiro Léo cruzou e CX10 meteu gol de centro avante: 2 a 2. Logo depois, Robert (que minutos antes quase havia feito um golazzo de bicicleta) protagonizou o lance mais medonho da partida e perdeu um gol imperdivel.

Sorte que, aos 48′, Cleiton mais uma vez vestiu a camisa 9 e matou o jogo.

O MELHOR
Claro, Cleiton Xavier, o garçom salvador.

O PIOR
Deyvid Sacconi foi totalmente inoperante. Parece só funcionar se entra durante o jogo.

A MASSA
Claro que a torcida tem o direito de protestar diante de um equipe que quase perde pro lanterna do Paulistão. Pode se desesperar com os erros de Robert, os passes mal dados por Marcio Araújo, as mudanças de Zago, as corridas sem fim de Lenny e etc. Mas, de verdade, qual oobjetivo de travar uma guerra fria com a equipe?

Querendo ou não, o time é esse. Vão chegar reforços (Dio queira que Vítor seja mesmo verdade!) e o time deve se acertar um pouco mais. Não que eu ache que os 3 mil e poucos que estiveram em Barueri falem em nome de toda a nostra massa, mas realmente não vale a pena criar um ambiente de barbárie no Palestra.

E AGORA?
De novo vou falar a mesma coisa que falei após a vitória contra o São Paulo e a derrota para o Rio Claro: o mundo não acaba ou melhora depois de um resultado. Contudo, com a vitória de ontem, acredito em um time mais ligado no domingo, diante dos Lambaris, na Arena Havaianas.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »

contratacao

Eu não gosto muito de falar sobre fofocas do mundo da bola. A maioria das coisas é balela e só serve pra alimentar expectativa. Só que a chegada da segunda fase da Libertadores, no entanto, levantou uma série de burburinhos sobre o nosso Palestra…

… e como nós temos sangue italiano, vamos falar sobre tudo!

  • Vitor: o lateral-direito do Goiás é excelente, mas é caro. Ele já passou da idade que a Traffic gosta de investir e, com os goianos na Copa do Brasil, acho difícil o liberarem.
  • Figueroa: é o nome da vez pra nossa carente lateral destra. Joga no Colo Colo, tem 26 anos e seria adquirido pelo próprio Palmeiras (sem parceria). É rápido e apóia bem, pode dar certo.
  • Kieza: é jovem, joga no Americano (RJ) e vem se destacando este ano. Mas se vier, vem só como aposta; resolver o menino não vai.
  • Kléber Pereira: que faz gols, é incontestável. Que perde outros tantos, também. Mas caso Keirrison saia mesmo, é uma ótima opção – só não vale a pena fazer loucuras por ele.
  • Keirrison: já ouvi a mesma história de dois amigos diferentes – ele está negociado com o Barcelona. Não sei se é verdade, mas, se for, precisamos de reforços.
  • Evandro, Maurício e Deivid: podem ser dispensados, emprestados ou usados como moeda de troca. Lenny também perdeu espaço, mas Luxa gosta dele.

Resumindo é isso, amicos. Futebol tem muito blábláblá, mas é fato que o Verdão irá atrás de reforços; só não se sabe quem. Aguardemos.

Siamo Palestra!

ROJAS.

Read Full Post »